sábado, 9 de outubro de 2010

Zico no Juca Entrevista na ESPN Internacional


Quase perco o programa porque fiquei esperando começar na ESPN Brasil, quando fui saber que na verdade era na ESPN Internacional.

Foi um programa onde o Juca abriu espaço para o Zico falar, não era essa a intenção inicial, mas com todos os acontecimentos era necessário. Durou apenas uma hora, as explicações para quem acompanhou as últimas notícias não soam como novidades.

Juca é um fã declarado do Galinho, disse que temia que ele não desse certo, e não dando certo, seria a última chance do Flamengo, mas em hipótese alguma queria se decepcionar com o Zico, e isso não aconteceu.

Vamos lá então, Zico começou falando dos seus três trabalhos: no governo Collor como ministro do esporte, depois com Ricardo Teixeira e a mágoa pela demissão por telefone durante as viagens que fazia representando a Seleção Brasileira e enfim, sobre a decepção com o Flamengo.

O Galo disse que sempre resistiu em aceitar cargos no Flamengo, mas recebeu o convite da Patrícia, e o seu objetivo sempre foi a base, com prioridade para construir o CT, mas era difícil entrar no Fla apenas cuidando da base e é claro que quando você está colocando sua cara a tapa, espera-se que na retaguarda a presidente te dê a sustentação, e isso não aconteceu, e que alguns atos foram acontecendo, e culminando com a não defesa por parte da Patrícia das acusações aos filhos dele.

Mais uma vez ele explicou o contrato com o CFZ, e disse que o contrato não é lesivo, e se fosse todos os órgãos deveriam ser responsabilizados, pois foi negociado pelo Bruno, Marcos Braz e Bruno Coimbra e depois a Patrícia, Michel Levy e Rafael De Piro estiveram presentes e assinaram o contrato.

"Recuperamos o Antônio que estava machucado, ele jogou, no momento que o Rogério soube ele pegou e colocou lá contra o Corinthians. E o Fla pode pegar jogadores do CFZ livremente e ainda ficar com 50%, como por exemplo o Rafinha e o Carlyle"

"O filho do Delair me mandou um email dizendo que não falou nada disso. Eu disse para ele que se ele não mandou esse email, chegou a sua hora de responder isso e se manifstar. Eu não tive briga nenhuma com a OLK"

O ponto culminante para sua saída, foi quando ele recebeu um CI pedindo explicações sobre a parceria, o jurídico do Clube, Rafael de Piro, falou para Zico não ir, porque ele iria se desgastar muito.

"Falei com a Patrícia, ela disse que seria um desgaste, a presidente falou que a resolveria depois, ela aconselhou a não ir".

"Recebo um email de um grande amigo meu que chegou de uma reunião no Conselho Deliberativo, e lá disseram que o prejuízo do Flamengo era de R$ 50 milhões com as parcerias com o CFZ. Depois recebi um email dizendo que estava tudo resolvido, eu achei estranho"

Chegando ao Rio de Janeiro, Zico foi ver o coletivo do juvenil, eis que o Rafinha, cria do CFZ, faz grande jogada, e o Noval, diretor executivo da base, confessou que ele teve que ir ao conselho prestar explicações sobre o Rafinha. Aí ficou feio, porque não quiseram que o Zico fosse, mas chamaram o cara da base, enquanto era Zico que deveria que ter ido, nesse momento estava encerrada a história dele como diretor executivo do Flamengo, Zico estava decidido a sair.

Juca disse que considera a Patrícia uma pessoa do bem, Zico concorda, mas completa que ela não pode ser sempre política, como foi em várias situações.

Sobre autonomia, Patrícia sempre disse para antes de contratar se reunir com o financeiro para ter o aval, isso quer dizer que Zico não tinha total autonomia. No futebol de hoje, diz ele, só comandando.

Zico disse também que um presidente não pode ser eleito por 700 sócios, a torcida do Fla, aquela que ama o futebol, ela que precisa participar ativamente da política, dentro do colégio eleitoral, ter uma voz dentro do Clube, porque existem alguns sócios que se acham donos do Clube.

Essa sua opinião bate com o texto que postei aqui, veja.

Como mudar isso? Ampliando o número de sócios e assim tornar acessível para que o torcedor possa agregar politicamente ao Flamengo.

O que precisamos hoje é mais que um sócio para utilizar as piscinas, quadras, parquinhos, precisamos de sócios torcedores de fato, e que estejam interessados em colocar com presidente gente nova.

Aí que mora o perigo. Muitos conselheiros enxergam o Flamengo ainda como um Clube da Zona Sul, e com certeza não querem que um Flamenguista doente que more lá no Amazonas, interfira politicamente no seu "Clube social".


Para encerrar, Zico voltou a afirmar que seus filhos não participaram de negociação alguma, e esse é motivo da ação criminal que o Galinho abriu contra o presidente do conselho fiscal, que terá que provar o que acusou.



Flamengo a um empate de conquistar o estadual juvenil

Thomas, autor de dois gols no primeiro jogo da final
Depois de detonar o Vasco na semifinal com uma goleada de 5 x 1, o Flamengo venceu o Botafogo no primeiro jogo da final. Jogando em General Severiano, o Mengo venceu por 3 x 2 de virada e agora está a um empate do título invicto.

Botafogo fez 2 x 0, mas em cobrança de penalti Adryan diminuiu, e depois em boa jogada do Rafinha, cruzou na área para Thomas empatar a partida.

Em menos de 30 minutos a virada veio com mais um gol de Thomas. Sábado que vem tem o jogo de volta na Gávea.

A boa campanha do time juvenil é um bom sinal para o futuro do Flamengo, principalmente porque agora temos um treinador que claramente vai valorizar a base.

Esse era um legado que o Zico queria deixar, uma pena o sonho dele ter acabado tão cedo.

Flamengo: Caio, Digão, Fernando, Escobar e Grajaú (Pedinho); Felipe, Muralha, Lorran (Nicollas) e Adryan (Jadson); Thomaz (Matheus) e Rafinha (Romário). Técnico: Fernando Vannucci.


Campanha do ano:
Jogos: 39
Vitórias: 29
Empates: 7
Derrotas: 3
Gols pró: 127
Gols sofridos: 17 


Artilheiros:
1) Thomas Jaguaribe -17 gols
2) Michel Lorran – 16 gols
3) Yguinho – 15 gols
4) Adryan – 14 gols
5) Mattheus – 11 gols
6) Wallace e Digão – 10 gols
8) Rafinha – 7 gols
9) Fernando, Escobar e Muralha – 4 gols
12) Romário e João Pedro – 3 gols
14) Felipe Dias, Leo Lisboa e Iago – 2 gols
17) Kimbo, Marquinhos, Quiroga, João Marcos, Vitor Hugo, Luan e Mariano - 1 gol

Luxa valorizando quem está bem, muito justo!


Vanderlei Luxemburgo comandou treino nessa tarde no CT do Figueirense, sim, até o Figueira tem um CT - diga-se de passagem, um belo Centro de Treinamento, para o jogo de amanhã contra o Avaí.

E na véspera de jogo, nada de rachão, o nome de Luxemburgo é trabalho, por isso teve treino tático hoje, e tivemos boas surpresas, como David e Wellinton confirmados como titulares, mesmo com Angelin e Jean disponíveis.

E no ataque Diego Maurício e Val Baiano. Uma opção justa, para aproveitar o bom momento da dupla, em especial tentar valorizar o Val Baiano como homem de referência no ataque depois do gol na quinta-feira.

Silas não teve coragem de bancar a titularidade de Diego Maurício, mesmo com o muleque se destacando em várias partidas, Silas não teve coragem de bancar o jovem Wellinton mesmo depois dele jogar bem esse ano.

Com Luxa não tem nada disso, barrou o Deivid mesmo, que não vem jogando bem e ainda mandou essa: " Não dei satisfação a Deivid quando o coloquei como titular e, portanto, também, não preciso justificar porque ele vai para o banco", e fim de papo.


Pelo twitter, Cláudio Perrout mandou essas:


- Amanhã vai pintar uma jogada ensaiada que acaba de sair do forno. Leo, Juan e Renato numa parada sinistra do Luxemburgo.

- Luxemburgo agora está ensinando como quer as bolas paradas ofensivas. " Caraca Leo Moura acerta a p... do cruzamento !

- Prata da casa é uma marca registrada do Fla e vai ser valorizada com Luxemburgo. 

Agora é contigo MKT Rubro Negro


A notícia caiu com uma bomba na sexta-feira: o futebol do Flamengo perderá seu principal patrocinador para a próxima temporada. A Batavo informou que não renovará o contrato de R$ 22 milhões + R$ 3 milhões de ativação promocional.

Agora não tem como escapar, a diretoria de MKT terá que mostrar seu valor para fechar com outro empresa, isso com o time fugindo da zona de rebaixamento, vivendo um ano em crise politicamente e sem o Zico na diretoria.

Nesse ano, a turma do MKT Rubro Negro fechou patrocínios individuais para o basquete, ginástica, Ambev para a construção de bares temáticos e para a reforma do CT e a SKY que renovou com o basquete e investiu dinheiro nas reformas do ginásio da Gávea.

Não se sabe se a decisão da empresa foi por motivos internos ou pelas várias crises que o Clube passou esse ano, com a prisão do Bruno, problemas com Adriano, e agora culminando com a saída do maior ídolo do Clube, Zico.


Segundo especialistas ouvidos pelo site Máquina Esportiva e postado aqui no blog, o desgaste com a saída do Zico, não deve afetar o interesse de novos patrocinadores: "É claro que irá requerer mais explicações, negociações, garantias, mas isso não irá atrapalhar a comercialização da marca, nem de produtos".

Atualmente o futebol do Flamengo tem a Olympikus com R$ 20 milhões para a próxima temporada e busca renovar com a BMG, hoje a empresa mineira paga R$ 8 milhões e procura-se um valor de R$ 9 milhões e começou a busca pelo substituto da Batavo.

Para fechar com a Batavo no começo do ano foi uma luta, pois a logomarca da empresa já encontrava resistência pelo Conselho do Flamengo, tanto que o Clube pediu dois novos modelos e assim depois foi aprovada essa atualmente.


Foi sem dúvida um dos patrocinadores que mais causou antipatia com a torcida, gerando inclusive uma onda de protesto para o email da empresa, que respondeu a torcida aqui.

Fora os R$ 3 milhões de ativação que passaram quase que despercebidos por parte da torcida, ao contrário da ALE ano passado, que foi muito mais presente e interagiu bem, causando grande empatia com a Nação com os bastonetes nos jogos.

Só nos resta torcer!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

"Presidente por 1 dia" - o projeto do Areias.


Praticamente todos os candidatos a presidente do Flamengo quando estão em campanha pregam o profissionalismo como bandeira de promessas.

Durante o post "Três toques" sobre as chances de Zico ser presidente, apresentei algumas dificuldades que rege o estatuto, e lembrei que Areias já previa em sua plataforma de campanha a mudança do estatuto para o modelo profissional, assim evitaria todas as desculpas da atual presidente que a culpa é do estatuto,sim, mas o que ela está fazendo para mudar esse panorama?

Falar é fácil fácil, o complicado é apresentar o plano, coisa que o Areias fez.

João Henrique Areias lançou-se candidato a presidente do Flamengo para as últimas eleições. Foi criado como base de sua candidatura o Movimento Fla21, formado por um grupo de empresários rubro negros sem nenhuma participação política na vida do Clube, com o intuito de pensar soluções para o Flamengo. O Areias foi convidado a participar das reuniões e ficou decidido que ele seria o candidato.

Em seguida começou o drama, encontrar 232 sócios para compor a chapa, como membros dos conselhos de administração e deliberativo, cumprindo assim as regras eleitorais.

A chapa foi lançada, mas alguns partidários resolveram se unir a chapa do Plínio Serpa, porque entederam que teriam mais chances de vitória, Areias acatou a decisão do grupo, mas disse que não se engajaria e não aceitaria cargos não remunerados ou remunerados.

Ao final, João Henrique Areias declarou apoio a Delair Dumbrosck.


O projeto do Areias se chamou "Presidente por 1 dia", e seria o seguinte:

1 - O presidente eleito junto com o vice-presidente formariam um conselho de administração com mais 7 membros escolhidos por eles e anunciados previamente na campanha.

2 - Logo que o presidente fosse eleito, ja convocaria uma reunião do conselho deliberativo, para mudar o estatuto, tão logo assumisse. (O time hexacampeão, politicamente unido, Patrícia perdeu essa chance)

Essa mudança ja estaria previamente acertada na campanha com sócios proprietários.

3 - Esse conselho com 9 integrantes buscaria no mercado um executivo, para ser o "presidente executivo". (7 mesmos escolhidos + presidente e vice-presidente).

Este por sua vez, recrutaria três executivos para as atividades fim (Futebol, Esportes Olimpicos, Social), um para a atividade meio (Negócios = Marketing, Comunicação e Tecnologia) e um para as atividades de retaguarda (Finanças, Administração, RH, Juridico, Planejamento, Patrimonio, etc).

Estaria formado a diretoria profissional. (3 executivos)

Prá resumir: a organização do clube teria dois níveis:
- os dirigentes voluntários (Conselho dos 9 integrantes) dos conselhos no nível estratégico, planejando o futuro do clube , reunindo-se periodicamente com a Diretoria Profissional para avaliar os resultados, podendo demitir ou premiar pelo seu desempenho.

- os dirigentes profissionais (Conselho dos 3 executivos), no nível operacional, que também participariam do planejamento estratégico e seriam os responsáveis pelo dia a dia do clube.

Coletiva de Luxemburgo pós jogo

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Que sufoco, mas nada mais importante que a vitória


Rapaiz, a essa altura do campeonato cobrar espetáculo seria pedir demais, a vitória foi um alívio, nada mais seria importante no jogo de hoje que os três pontos, e conseguimos.

As derrotas do Goiás e do Avaí foram perfeitas para completar a rodada dessa quinta-feira.

Foi complicado, foi sofrido. O Luxemburgo não surpreendeu na escalação, conseguiu apenas organizar e motivar os jogadores, ainda precisa trabalhar muito e para a próxima partida terá mais opções para escalar o Flamengo.

Ele montou o time no losângo do Rogério Lourenço, Willians na frente da área, Kléberson na esquerda, Correa na direita e Pet comandando o meio campo.

O Atlético-GO veio completamente fechado, com duas linhas de quatro, e o jogo tornava-se terrível porque o meio de campo era muito lento, as poucas jogadas ofensivas saíram com as movimentações de Deivid e Diogo.

Diogo se machucou, Diego Maurício entrou e foi o melhor da partida. As únicas jogadas perigosas foram resultados de suas jogadas individuais.

Luxemburgo teve uma boa leitura do jogo e colocou Marquinhos no lugar de Kléberson para aumentar a velocidade, mas faltava volume de jogo aos dois times, os passes errados eram absurdos.

Até que a estrela da estréia do treinador brilhou, sai o cansado Deivid e entra Val Baiano, o homem que fica dentro da área, e Marquinhos na medida meteu na cabeça do Val Baiano e abriu o marcador.

Se não me engano Marquinhos tinha feito um lançamento semelhante jogando no Brasileiro sub-23, na medida.

Foi o fim do sufoco, que terminou de vez com o golaço de Diego Maurício, como joga esse garoto, não pode nunca ficar no banco, ainda mais com a fase ruim do Deivid.


**********


1: Wellinton e David são os titulares da zaga. Jean nunca mais, Wellinton é pé quente e vive boa fase.

2: Luxemburgo para o lateral Juan: "Vai tomar no c*, seu porra. Olha suas costas. Tá morto?"

3: O amigo Felipe Godinho postou no twitter e assino em baixo: "A diferença que é ter um técnico de verdade, ta vendo? Não ganhou na escalação, mudou o jogo nas substituições" e ainda "Treinador não queima os jogadores, treinador motiva e dá confiança, aprenderam Silas e Rogério Lourenço?"

4: Legal ver a união do time ao final da partida, o momento é esse para os 10 jogos restantes. 


Obs: foto de Celso Pupo

Três toques

Não percam, Zico foi o entrevistado do programa Juca Entrevista da ESPN Brasil, e vai ao ar nesse sábado as 21h.

Sobre as expectativa para Zico ser presidente, infelizmente o modelo político no Flamengo favorece muito esse modelo de alianças com os velhos nomes do Clube. Ninguém vai lá e coloca sua cara como candidato independente porque as chances de vitória são mínimas.

Como mudar isso? Ampliando o número de sócios e assim tornar acessível para que o torcedor possa agregar politicamente ao Flamengo.

O que precisamos hoje é mais que um sócio para utilizar as piscinas, quadras, parquinhos, precisamos de sócios torcedores de fato, e que estejam interessados em colocar com presidente gente nova.

Aí que mora o perigo. Muitos conselheiros enxergam o Flamengo ainda como um Clube da Zona Sul, e com certeza não querem que um Flamenguista doente que more lá no Amazonas, interfira politicamente no seu "Clube social".

Muitos reclamam que são sempre os velhos nomes, claro, é justamente esse o desejo dos abutres, manter o sistema amador, para que impossibilite que nomes novos e cabeças pensantes possam contribuir 24h para o Flamengo.

Nesse modelo, exige que sócios tenham a vida profissional muito bem resolvida ou possam controlar a distância, e ainda ter cinco anos de vida associativa ininterrupta, outro fator que reduz as opções de procurar especialistas no mercado para áreas específicas.

Não tenho dúvida que até hoje não temos um sócio-torcedor acessível, com direito a voto sem a carência de três anos (no máximo um ano), e podendo votar por correspondência como o Inter, para o grupinho político de sempre continuar o rodízio no poder.

Sem falar da dificuldade em ter que somar uma quantidade de conselheiros para formar uma chapa, o Areias teve sérias dificuldades em juntar esse número.

O que é preciso é interesse, força de vontade, e não ficar colocando tudo na conta do estatuto, como se fosse impossível alterar, basta querer, bastar lutar por isso.

Depois do jogo de hoje vou postar a idéia do Areias quando era candidato para realmente estruturar profissionalmente o Flamengo.



************


Luis Augusto Veloso está confirmado como diretor de futebol remunerado. O cargo estava vago desde a saída de Eduardo Manhães. Isaias Tinoco continua como supervisor de futebol, também remunerado, e o cargo de vice-presidente de futebol assumindo interinamente pela Patrícia Amorim.

Segundo o presidente, Veloso cuidará do planejamento para a próxima temporada junto com Luxemburgo, e será utilizado um site que o ex-presidente tem, onde mapeia jogadores nacionais e internacionais, tem o histórico, onde jogou, como foi.


************


E qual a função verdadeira de Luxemburgo? A presidente explicou ao site IG que na teoria o Luxemburgo não terá a função de manager porque o estatuto não permite o acúmulo de funções, mas na prática será isso que vai acontecer.

"Ele foi contratado como treinador. Ele assume algumas funções, no assunto CT, porque participou do processo no Santos, no Cruzeiro, na reforma agora no Atlético-MG, então ele tem essa experiência. A função de manager, por estatuto, não é delegada a ele, é cargo de confiança, ele não poderia ocupar as duas. Mas na prática vai exercer algumas funções porque tem esse know-how. Será supervisionado por mim, pelo Luís Augusto e pelo vice-presidente que vai chegar."

Luxemburgo terá que fazer um esforço enorme para não tirar o time dessa situaçao


É meio sem lógica dizer que passamos 40 dias sem um coletivo, mas é verdade. Bastou Luxemburgo chegar para o treino coletivo voltar a aparecer no cotidiano do Flamengo, ele é sem dúvida outro nível, outro naipe.

Entendo que a preparação física foi destruida com a contratação do Toninho Oliveira, por isso o Silas teve como prioridade a recuperação física dos jogadores, fazendo no meio do campeonato um rodízio de jogadores no estaleiro e prontos para a partida, e se teve algum mérito no trabalho do antigo treinador, o trabalho físico é um deles.

O Émerson Buck fez um bom trabalho
, do time aos frangalhos ao final do Fla x Flu para um time correndo até o final contra o Botafogo.

Como disse no outro post, o Luxemburgo chega sem a obrigação de conquistar a vaga na Libertadores e muito menos ganhar o título brasileiro, a preparação física está chegando a um bom nível, e na semana que ele terá a semana livre pra treinar, ae minha gente, ele
terá que se esforçar muito para não tirar o time dessa fase difícil.

Os resultados de ontem foram péssimos, Ceará e Atlético-MG venceram em casa, a pressão é enorme para hoje, não tem como deixar de dizer que a vitória é obrigação.

Ele está animado e "trabalhar" é o seu principal verbo, confesso que estou ansioso pro jogo de hoje, quero ver a resposta do time em campo:


Twitter de Cláudio Perrout direto do treino de ontem no estádio de Volta Redonda:

- Vanderley para o treino a todo momento para corrigir o posicionamento dos jogadores.

- Lopez Jr. e Antônio Melo cruzam bolas de lugares variados para Diogo e Deivid concluirem a gol.

- Agora, Luxemburgo vai treinar a movimentação defensiva. Diogo e Deivid treinam chutes a gol.

- Bola tá chegando no ataque e já saíram vários gols. Deivid, Juan, Diogo e Willians.  

- Vanderley está dando uma aula prática de movimentação para os jogadores. Silas jamais fez treino igual.  

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Mais uma tranquila vitória pelo estadual de basquete


E o Flamengo....venceu o Cabo Frio fora de casa por 80 x 50 e conseguiu a quarta vitória consecutiva no Campeonato Carioca e a tranquila busca pelo hexacampeonato.

A próxima partida será em casa, na quarta-feira no Tijuca contra o Tijuca às 20h.

Os destaques da vitória de hoje foram o norte-americano Kyle Lamonte, o ala Teichmann e o pivô Baby com 14 pontos cada.

Duda e Manuil se comportaram.

1/4: CF 11 x 13 FLA
2/4: CF 09 x 21 FLA

3/4: CF 10 x 26 FLA
4/4: CF 20 x 20 FLA

Baby comentou no twitter: Parabéns a equipe hoje!!! Bom trabalho galera; obrigado pela presença da urubuzada in cabo frio!!

Átila Santos também chamou a torcida para o próximo jogo: Próximo jogo é no Rio, dia 13/10 (quarta-feira) no Tijuca TC contra o próprio Tijuca. Quero ver todos lá, ás 20 horas.

O nosso amigo de blog Vitor Boêmio esteve em Cabo Frio e escreveu pra gente:

"Confesso que hoje gostei do Lamonte na parte defensiva, roubou várias bolas e também foi bem ofensivamente. O Flamengo tentou várias jogadas de efeito e talvez isso explique o baixo placar.

O Átila dos Santos também já me pareceu melhor comparado ao jogo da quarta anterior contra o Macaé.  Paulo Chupeta mexeu muito, isso também pode explicar o baixo placar.

Soube que o time de Cabo Frio não vinha treinando, por isso os placares baixo nos dois primeiros jogos (Cabo Frio 42 x 58 Tijuca e Riachuelo 57 x 54 Cabo Frio), acredito que faremos a semifinal com eles nesse primeiro turno, no segundo eles podem surpreender com o time mais entrosado e treinando regularmente. "


**********


Falando de Liga Sul-Americana, saiu o último time para compor o grupo do Flamengo, trata-se dos chileno do Inacap Punta Arenas.

O grupo B que tem como sede Santiago del Estero na Argentina, também tem os donos da casa, Quimsa, e os uruguaios do Malvin.

O quadrangular começa dia 28 de outubro.

Cabo Frio x Flamengo pelo estadual as 20h


O Flamengo depois de vencer dois amistosos em terra capixaba, volta a sua atenção para o importante jogo contra o Cabo Frio fora de casa as 20h válido pelo Campeonato Carioca.

É o quarto jogo do Mengo, que já detonou o Iguaçu por 142 x 52, o Riachuelo por 114 x 56 e o Macaé por 99 x 80.

O nível do estadual é fraquíssimo e amador, mas o jogo de hoje pode ser considerado o "mais complicado", pois o time da região dos Lagos se reforçou bastante para a disputa do campeonato.

Teremos hoje o reencontro do Duda x Manuil, sim, aquele que, jogando pelo Cetaf/ES, acertou uma cotovelada covarde no jogador Rubro Negro.

O destaque do time da casa é o norte-americano Derrick Lang, e também os novos reforços: Mião (Jacareí/SP), Bóris (AABI/SP), Bruno Banana (CETAF/ES), Wânderson Jesus (Saldanha da Gama/ES), Léo Gomes (Caxias do Sul/RS), Marcos Souza (La Coruña/Espanha), Felipe Rosa (Paraíso/MG) e Diego Thuller (Internacional/SP), além de Tiago Binato que renovou contrato.

Não perca a análise da partida ao final da noite aqui no blog.

Pergunte ao Luxemburgo


O site oficial do Flamengo abriu espaço para que 10 torcedores façam perguntas ao novo treinador Rubro Negro, Vanderlei Luxemburgo.

Diante de tantas dúvidas a respeito do trabalho dele como homem forte do futebol, seria uma boa a torcida perguntar sobre os pontos delicados que envolvem sua função, como restruturação do CT, categoria de base, influência de empresários...

Fiz a minha e mandei para o site, tomara que ela seja escolhida, mande a sua também:


Luxa, seja bem vindo ao Mengão, o que nos queremos saber é como será o seu tratamento com as categorias de base. Zico na sua curta gestão como diretor executivo, sempre fez questão de que o Flamengo tivesse a maior porcentagem sobre os jogadores, diminuindo assim a influência dos empresários que assolam as divisões de base, e você agora como manager do futebol, qual será a sua postura?


Os super poderes para Luxemburgo


Está confirmado pela própria presidente, Luxemburgo será treinador e manager do futebol Rubro Negro, ou seja, além de treinador será o manda chuva do futebol, já que a Patrícia vai assumir ficticiamente o cargo de vice-presidente de futebol.

Como foi exigido em contrato, ele terá plenos poderes sobre categorias de base e contratações no Flamengo, além da cláusula contratual para terminar a estrutura do CT.

É muito atribuição, muitas funções, seria perfeito com o Zico junto, mas só Luxemburgo comandando tudo extracampo e ainda sendo treinador, é um sério risco.

Desnecessário dizer que torço pelo sucesso na árdua função de estruturar profissionalmente o futebol, mas o passado recente do Luxemburgo e suas historias cabeludas com as divisão de base são pra ficar com um pé atrás.

Qual o preço que o Flamengo terá que pagar? Gostaria muito de saber o que está escrito no contrato de Luxembugo, as cláusulas, o salário, as possíveis porcentagens das jovens promessas da base.


**********


Zico nessa terça-feira há havia dito que tinha uma opinião errada, quando sempre falava que o futebol não tinha que sair da Gávea, Luxemburgo tem idéia parecida, segundo ele, a partir dessa terça-feira, todos os treinos serão no CT de Vargem Grande.

Para isso já serão providenciados uma estrutura provisória para dormitório e restaurante. O time se concentra nesta quarta e fica até domingo.

Na semana que vem a tabela do Brasileirão volta a ter dois jogos por semana, por isso seria perfeito duas vitórias nas próximas rodadas para afastar-se de vez da zona maldita e ter tempo para trabalhar com tranquilidade.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Filhote de Delair fere estatuto, quem vai punir?

Foi o sr André Dumbrosck que lançou na mídia as acusações envolvendo Zico e seus filhos, e jornalistas como Milton Neves e Fábio Azevedo compraram a idéia e bancaram a notícia mesmo sem investigação, nunca vi isso.

Acusações graves e sérias como essas, deveriam antes de serem publicadas, investigadas, averiguadas e depois torná-las públicas confirmando ou desmentindo, como perfeitamente fez o PVC da ESPN Brasil.

Capitão Léo é presidente do Conselho Fiscal, e sua função é exercer ação fiscalizadora das atividades econômicas e financeiras do Clube de Regatas do Flamengo.

O conselho fiscal tem como pauta cumprir e fazer cumprir as regras estatutárias e regimentais suas e dos demais cinco poderes, que constitui a instituição Flamengo.

Mas eis que o próprio presidente do Conselho Fiscal, sr. Leonardo Ribeiro e o sr. André Dumbrosck  feriram o estatuto, e agora, quem vai punir?


Art. 52 - Tornar público assunto de caráter interno, que provoque escândalo, denegrindo o nome do FLAMENGO.

Penalidade: suspensão até trezentos e sessenta dias ou eliminação.

No Flamengo, a exemplo do Cruzeiro de 2002/2003

Luxemburgo chega mirando um projeto a longo prazo para o Flamengo. Seu contrato vai até 2012, não quer dizer nada, o de Zico também iria e quatro meses depois ele saiu.

O projeto a longo prazo exige vitórias e resultados imediatos, mas Luxemburgo nem precisa fazer muito, a torcida nem cobra mais a vaga na Libertadores ou o título, apenas terminar dignamente o Brasileirão de 2010 sem o fantasma do rebaixamento.

Traçando um paralelo, temos a mesma situação da chegada de Luxemburgo ao Cruzeiro no dia 18 de agosto de 2002, quando o treinador assumiu a equipe em substituição a Marco Aurélio Moreira e foi nada mais que 9º colocado no Brasileiro.

Nos primeiros meses de trabalho no Cruzeiro, Luxemburgo aproveitou para analisar o elenco que tinha, fazer algumas alterações no time.

Luxemburgo promoveu o então jovem goleiro Gomes das categorias de base, foi contratado o volante Paulo Miranda, e, principalmente, o meia Alex, ex-Palmeiras e ex-time de Luxemburgo.

O Cruzeiro trouxe também o lateral Maurinho, campeão brasileiro pelo Santos em 2002, o zagueiro Edu Dracena, recém chegado do Guarani, o volante Maldonado, ex-São Paulo, o volante Martinez, ex-Guarani, o jovem Wendell, o meia Zinho, e para o ataque o colombiano Aristizábal e Deivid, ex-Santos, foi então que montou-se o super-time:

Gomes; Maicon(Maurinho), Luisão, Cris e Leandro; Maldonado, Recife, Martinez e Alex; Deivid e Aristizábal.

Colocando em prática o planejamento traçado no final de 2002, que tinha como principal destaque a realização de uma pré-temporada - que aconteceu em Araxá no mês de janeiro, e a reformulação do elenco, o Cruzeiro, só no primeiro semestre, conquistou dois títulos de forma invicta: o Campeonato Mineiro e a Copa do Brasil, esta, em cima do Flamengo de Nelsinho Batista.

O elenco campeão da raposa mesclava jovens valores com atletas experientes, seguindo um planejamento traçado pelo próprio treinador juntamente com a direção do Cruzeiro.

Depois foi campeão brasileiro no primeiro ano de pontos corridos com três rodadas de antecipação e perdendo apenas uma partida no Mineirão, mesmo sem o zagueiro Luisão e o atacante Deivid que saíram na janela do meio do ano.

Luxemburgo sem Zico é para ficar preocupado


E o Luxemburgo finalmente acertou com o Flamengo depois de uma mini-novela que terminou com o sim nesta terça-feira.

Desde de perder, pela língua maior que a boca, o Felipão, a presidenta sonhava com um treinador top e de nome, e hoje conseguiu.

Era o sonho do Luxemburgo também voltar ao seu Clube de coração, depois de duas passagens frustradas, com mais destaque para o mico de 1995.

Acredito que Luxemburgo também seria o treinador escolhido de Zico, até pela amizade dos dois, mas aí que mora o perigo, Zico não está mais no Flamengo.

Meu maior temor é esse, aceitaria o Luxemburgo sem medo se o Galinho lá estivesse, porque com certeza ele seria um freio nas pretensões executivas, administrativas e gerenciais do multi-treinador, mas agora tenho preocupação da influência do Luxemburgo nas categorias de base, nas indicações de jogador, no tal cargo de manager, somado ao fato da presidente ser tão covarde e política demais.

É bom ficar atento para depois cobrar: Flamengo tem 90% de Diego Maurício e 100% do Galhardo.

Na imprensa Juca e Paulinho já dão o tom de como será o tratamento com o Flamengo, sem Zico e com Luxemburgo, Patrícia pode preparar o lombo que virá chumbo grosso por parte da turma da ESPN, e muito justo por sinal.

O treinador chega apenas com o preparador físico Antônio Melo e o auxiliar Antônio Lopes Júnior, uma pena o Buck ter que sair, justamente quando o time já demonstrava um melhor preparo físico, desde a maldita contratação do Toninho Oliveira.

O fato é que Luxemburgo sabe das coisas, apesar dos resultados pífios nos últimos times que passou, mas ninguém esquece como ser campeão brasileiro, como foi com o Palmeiras (93 e 94), Corinthians (98), Cruzeiro (2003) e Santos (2004).

No Atlético-MG o presidente Alexandre Kalil montou o time que Luxemburgo pediu, trouxe mais de uma dezena de reforços, e mesmo assim o que vimos era um bando em campo.

No jogo aqui no Maracanã contra o Flamengo foi deprimente a forma com que o Galo jogou, fala-se em boicote dos jogadores e muitas estrelas para um time só, a começar com quem estava banco, retrato idêntico ao Flamengo de 95.

Torço muito para que os últimos fracassos como treinador sirva de lição para que ele se recicle e coloque na cabeça que antes de tudo ele precisa voltar a ser um técnico dentro de campo, para o bem do seu futuro profissional e para o bem do Flamengo.

Abre aspas para o blog do Paulinho


Direto do bom blog do Paulinho: Decepção: a covardia de Patrícia Amorim.


"Quando as coisas começarem a ficar ainda piores – e vão ficar – serão estes mesmos facínoras, para quem a Presidente do Flamengo se ajoelha no momento, que pedirão sua cabeça, se possível, com as difamações habituais.

De um clima esperançoso que o torcedor rubro-negro vivia nas mudanças tentadas por Zico, o Flamengo voltou a respirar o fétido ar da corrupção."

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Fla perde o timing mais uma vez para ações de MKT

O planejamento para a apresentação do reformulado Cidadão Rubro Negro foi adiado mais uma vez.

Se o drama da prisão do goleiro Bruno atrasou as ações de MKT e nem a chegada do Zico foi possível reverter o clima ruim, o Flamengo perdeu o timing mais uma vez.

Agora com a revolta da torcida com a saída do galinho e a maior esperança da construção do novo Flamengo ir por água a baixo, os planos de apresentação do novo projeto do CRN foi adiado por mais um pouco, e agora sem data para ser divulgado.

A idéia do tijolinho também para as obras do CT também foi prejudicada, pois o Zico seria o maior garoto propaganda da campanha para arrecadar fundos e finalmente terminar o Ninho do Urubu.

A diretoria do Flamengo tentará convencer o Zico a participar ainda da campanha pro CT, e mesmo se ele topar, a torcida ficou muito contrariada com a maldita politicagem que só atrasa o Clube e não tenho tanta certeza que comprará as futuras idéias.

domingo, 3 de outubro de 2010

E Zico falou para a torcida...


Direto do site História de Torcedor do nosso amigo Moraes:

"Tenho visto no meu e-mail, nas chamadas redes sociais, em todos os lugares, mensagens pedindo para que eu volte ao clube, mensagens de carinho de torcedores de todos os cantos. Vi manifestações também na Gávea e no estádio.

Quero que vocês, que criaram e seguem com esse movimento que mexeu comigo, entendam que não é possível agora desenvolver o trabalho que eu acredito no Flamengo. As barreiras são muito fortes e era melhor sair para não atrapalhar, já que o time vive uma situação delicada.

O Flamengo precisa voltar a ser grande, mas as mudanças que precisam ser feitas não vão ocorrer do jeito que eu acreditava quando cheguei. Vai ser preciso um outro caminho para alcançarmos esses objetivos. Mas o momento é de parar, refletir e aguardar. Preciso cuidar da minha família, preservá-la. E o time precisa de vocês, o clube precisa de muita coisa!

Quero agradecer a todos pelo apoio incansável e pela mobilização constante. Peço que os protestos nunca se transformem em brigas ou ameaças a quem quer que seja. Acredito e sempre vou acreditar na batalha baseada no trabalho honesto, aquele com o qual sempre conduzi a minha carreira. Vamos torcer!"

Abs Zico.

Jogo dramático, mas deu Flamengo por 87 x 85 contra o Cetaf/ES

Foi suado e dramático, mas o Flamengo bateu o Cetaf/ES em Vila Velha por 87 x 85. Faltando cinco segundos Baby garantiu a vitória no segundo amistoso. Ontem o Fla já havia vencido por 90 x 70.

Lamonte que está voltando de uma contusão foi poupado e não jogou hoje.
  
Marcelinho e Baby foram os cestinhas com 24 pontos, o Jéfferson anotou 11 e o Teichmann 8 pontos.

Foi um jogo mais complicado que ontem, sendo disputado até a última bola, muito por causa do Flamengo, que não jogou seu melhor basquete.

No intervalo de jogo o Cetaf vencia por 45 x 43. Terceiro quarto o Flamengo abriu boa vantagem, com 54 x 47, mas permitiu o empate do time capixaba, chegando para o quarto decisivo vencendo por 66 x 65.

Faltando 42 segundos, Cetaf 85 x 83 Flamengo.

Faltando 18 segundos, Cetaf 85 x 85 Flamengo.

Posse de bola pro Mengo, Baby garantiu a dramática vitória por 87 x 85.

Dia 17 de outubro o Flamengo faz um amistoso contra o Brasília no ginásio da ASCEB.

O time atual campeão brasileiro tem para essa temporada: Cipriano, Alex, Arthur, Nezinho, Guilherme Giovannoni, Enéias, Tchiêlo, Lucas Tischer, Alírio e Bruninh.

É a preparação para a estréia da Liga Sul-Americana no final desse mês.