quinta-feira, 30 de julho de 2015

Um bizarro processo judicial movido pelo ex-pivô Shilton contra o Flamengo

Enquanto o Flamengo aguarda até o dia 31 de julho - data que expira a improvável saída de Benite e Marquinhos para o exterior mediante pagamento de multa, e termina de montar o time para a próxima temporada, o clube recebeu nesta semana uma notificação judicial bizarra.

Trata-se de uma reclamação do ex-pivô Shilton, alegando má fé do Flamengo em ter pago parte do salário via CLT e parte em direitos de imagens, prática que ocorre em todo mundo e com todo atleta de alto rendimento.

Veja bem, não se trata de reclamação por atrasos de salários ou o não cumprimento do contrato, mas sim uma alegação de que “foi enganado ao aceitar um contrato de imagem” e que o clube “está tentando burlar a legislação trabalhista”.

E o mais impressionante: tudo foi acordado e assinado pelo pivô e por seu empresário. E tudo foi rigorosamente pago.

O Minas já foi informado do caso e a Liga Nacional de Basquete também já foi notificada.

No momento que o mercado nacional sofre um desaquecimento nos negócios e equipes encerram suas atividades, um dos times que mais investe no basquete brasileiro sofre essa tentativa absurda de processo trabalhista por um jogador que agora quer questionar uma prática utilizada em todo mundo.


*******************


O direito de imagem ajuda a engordar o bolso dos atletas e não incide os altíssimos impostos pagos na carteira assinada, ou seja, não há que se falar em FGTS, encargos previdenciários, décimo terceiro, férias. É uma economia para o contratante e também para o atleta, que pode negociar o valor "por fora" sem incidências..

Imagina se os clubes da Liga Nacional de Basquete resolvem, a partir da próxima temporada, que não pagarão mais o direito de imagem, apenas o salário da carteira. Só pode ser isso que o bravo pivô Shilton procura. Seus companheiros de quadra devem estar bem satisfeitos com a repercussão que isso pode causar.


********************


Por falar neste assunto: a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte restringiu a 40% do total de vencimentos o que pode ser pago por meio de contrato de direito de imagem.

terça-feira, 28 de julho de 2015

A noite do memorável Santos 4 x 5 Flamengo


Nesta segunda-feira completou-se quatro anos de um jogo espetacular: Santos 4 x 5 Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro de 2011.

Ronaldinho fez uma partida monstruosa, marcou um golaço de falta e conduziu o Rubro Negro a derrotar o Santos de Neymar em plena Vila Belmiro.

O post da vitória aqui no Ninho só foi ao ar às 03:39h da manhã - foi impossível dormir.

Segue um trecho:

"Flamengo invicto, terceiro colocado a quatro pontos do Corinthians, que tem um jogo a menos, melhor ataque com 24 gols e Ronaldinho como artilheiro do campeonato com oito"

No dia seguinte todas as capas de jornais exaltavam a vitória histórica da equipe da Gávea. Confira o post aqui.

A fase do time era excepcional e tinha tudo para ser campeão brasileiro naquele ano. Ronaldinho brilhava, Thiago Neves era decisivo, porém os salários atrasados vieram, foram sete jogos sem vencer e Luxemburgo não conseguiu manter o Flamengo no topo da tabela.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Reunião decisiva na política Rubro Negra. Torcemos pela união!

O Flamengo terá nesta terça-feira um dia decisivo politicamente.

Segundo informa o jornal O Globo, uma reunião colocará frente a frente os integrantes da diretoria, incluindo dois candidatos em potencial a governar na próxima gestão: Eduardo Bandeira de Mello e o vice de patrimônio Wallim Vasconcelos.

A expectativa é que se defina de qual lado os vice-presidentes estarão. Quem não apoiar o Bandeira, deve ser desligado da diretoria e começar a campanha eleitoral fora do poder.

Desde o começo a ideia nunca foi ter uma figura personalista, pelo contrário, decisão colegiada alinhada à credibilidade dos nomes dispostos a assumirem a Gávea sempre foi o modelo proposto pelo grupo, tanto que quando ficou flagrada a inelegibilidade de Wallim, rapidamente escolheram o Bandeira, fato que serviu para ressaltar que o ponto forte da turma não era a figura do presidente, mas sim o conjunto da obra.

O problema (ou não) é que a figura do presidente ganhou vida própria e visibilidade, especialmente pelo seu esforço pessoal em conduzir a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte traduzida em Medida Provisória do Executivo. Não é nada absurdo Eduardo Bandeira de Mello ser novamente o cabeça da chapa.

Em fevereiro, aí sim temos um problema de fato, descontente pelas derrotas nas votações do Conselho Gestor e por não ter suas opiniões corroboradas pelo grupo, BAP deixou a vice-presidência de marketing e passou a ser oposição.

Porém, segundo matéria do jornal O Globo, 11 dias antes de deixar a diretoria aprovou a condução do nome do Bandeira à reeleição, assim como os demais vice-presidentes.

A divisão da chapa azul é ruim. Este blog torce pela união dos melhores nomes que colocaram o Clube em um patamar acima do futebol brasileiro em termos de credibilidade e gestão. Este blog torce para que não seja necessário escolher um dos dois lados nessa guerra que, com toda certeza, quem sairá perdendo será o Flamengo.

terça-feira, 21 de julho de 2015

Trivela sobre Ederson: "não criem expectativas, apenas esperanças"


Leia trechos sobre as características do novo reforço do Flamengo, o meia Ederson:

"Dentro de campo, Ederson deverá ajudar principalmente a chegada do Flamengo ao ataque. O meia aparece bastante nos arredores da área, partindo para cima da marcação e arrematando bastante. Entretanto, não costuma criar tantas oportunidades aos companheiros. Seu grande período como “garçom” aconteceu no ápice com o Lyon, o que se perdeu depois disso, independente das lesões. Ainda assim, a qualidade nos passes o permite contribuir bastante na construção e na organização de jogo, algo que falta ao atual time rubro-negro (sobrecarregada no inconstante Canteros) e para o qual o novo camisa 10 deverá chamar a responsabilidade. Além disso, Ederson também é versátil: meia central, pode atuar também pelos lados. E, sem a bola, tende ajudar no combate"

Leia a postagem completa.

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Pivô JP Batista é o novo reforço do basquete Rubro Negro


O Flamengo anunciou nesta tarde a contratação do pivô JP Batista, que está concentrado com a seleção brasileiro para a disputa dos jogos Pan Americanos.

Com 33 anos, dez anos na Europa, ele quase foi contratado na temporada passada. Agora não teve jeito.

Na França, acabou de conquistar o campeonato nacional, com média de 8,4 pontos e 3,9 rebotes, em 17,3 minutos por partida. Na maioria das vezes vinha do banco.

Segundo Guilherme Tadeu, do blog "Café Belgrado", "no Brasil, JP seria uma presença física e técnica dominante. Com jogo exemplar de média distância, grande toque próximo à cesta e imponente na disputa dos rebotes, certamente colocaria qualquer equipe que o contratasse entre os favoritos".

Ele atua tanto na posição quatro como na cinco.

Agora restam duas definições: Laprovittola e Herrmann, ficam ou não?

terça-feira, 14 de julho de 2015

Senado aprova texto da MP do futebol. Resta agora a sanção ou veto da presidente. E o injustificável voto contra do Romário



O Senado aprovou nesta segunda-feira a Medida Provisória que refinancia as dívidas dos clubes mediante contrapartidas financeiras e de gestão.

Como houve alterações no texto original, o projeto segue para sanção ou veto da presidente da república.

Por mais que a CBF tenha escapado, o colégio das Federações não tenha sido alterado, o texto é uma derrota às investidas da bancada da bola, e daí o erro do Romário em ter votado contra a MP. Não se pode jogar fora toda uma discussão que culminou com avanços significativos e inéditos no futebol brasileiro (leia o quadro acima que contêm os princípios da LRFE).

Ao contrário do que diziam, é previsto no texto o rebaixamento para quem não apresentar as Certidões Negativas de Débito antes das competições. Se pelos trâmites burocráticos a CND não for liberada, o clube permanece na divisão se provar que está em dia com o pagamento de salários e impostos. Até que a Certidão seja emitida.

Outro ponto é sobre o prazo para os clubes se adaptarem ao parcelamento. No texto original eram de três anos, agora ampliou para cinco, permitindo que nos dois primeiros anos seja possível ter “desconto” de 50% no valor cheio da parcela, no terceiro e quarto anos o abatimento será de 25% e no quinto ano de 10%. Os valores descontados nesses cinco anos terão de ser quitados até o fim do refinanciamento.

A CBF também foi atingida. Se conseguiu derrubar a transformação da seleção brasileira em patrimônio nacional, e assim sofrer fiscalização do Ministério Público, a Confederação Brasileira de Futebol teve o mandato do seu dirigente limitado em quatro anos, permitida uma recondução, além da obrigação de publicação do balanço financeiro, a garantia de representação dos atletas e ampliação do colégio eleitoral, passando a incluir os clubes da série B. Atualmente, apenas as federações e os clubes da primeira divisão tem direito a voto.


*******************


Outros pontos que merecem destaques: o jogador com 12 anos já pode celebrar contrato esportivo com os clubes. Foi limitada a multa rescisória de atletas à metade do salário que teria a receber do clube, restringiu ainda a 40% do total de vencimentos o que pode ser pago por meio de contrato de direito de imagem e inclui o atraso nesse pagamento entre as causas para rescisão judicial em caso de atraso. Foi também aprovada a prorrogação até 2022 da Lei de Incentivo ao Esporte, que venceria neste ano.



*********************


Após o trâmite político do projeto, é preciso partir para a prática, por exemplo: como vai funcionar a Autoridade Pública de Governança do Futebol, que será o órgão responsável por fiscalizar o cumprimento das contrapartidas. Essa formação desse comitê será decisiva para o sucesso da Medida Provisória.

A escolha é de cada clube em assumir ou não o parcelamento de suas dívidas. É facultativo, mas espera-se que a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional e a Receita Federal aperte o cerco contra os espertões que, possuem dívidas, porém querem continuar empurrando com a barriga.

sábado, 11 de julho de 2015

Marcelinho e Gegê renovam. Humberto é contratado

O Flamengo confirmou mais três nomes para a próxima temporada do basquete.

Marcelinho, que tinha contrato até o final do ano, estendeu por mais seis meses. Renovação justa, principalmente porque agora o capitão Rubro Negro entendeu sua importância como sexto homem da equipe.

O armador Gegê também renovou. Não seria uma opção, a meu ver. Coelho poderia ter sido um bom nome para reserva.

A novidade foi a contratação do Humberto, bom jogador, teve uma atuação excelente na final da Liga das Américas contra o Flamengo e vem pra reserva do Benite, mas pode jogar de um e até de três.

Com isso temos sete confirmados.

(Laprovittola) / Gegê
Benite / Humberto
Marquinhos / Marcelinho
Olivinha / (Herrmann)
Meyinsse / (Felício)

Restam três vagas: Felício que, se não ficar nos EUA, assina por dois anos. A opção seria o JP Batista. Herrmann não deve ficar e fala-se em Guilherme Giovannoni. Laprovittola já tem propostas em mãos, mas só dará resposta no final do mês, vamos ver se o Flamengo vai esperar ou não. Se não, Rafael Luz pode chegar.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Arena de judô e lutas do Flamengo será inaugurado neste sábado. Ginásio da ginástica em setembro e piscina em novembro


Após inaugurar o ginásio Hélio Maurício com uma grande festa para o time atual e os grandes nomes da história do basquete Rubro Negro, o Centro de Treinamento de Força, para o remo, o Centro de treinamento dos esportes olímpicos e o ginásio Renan Togo com homenagens à geração antiga do vôlei, o Flamengo apresenta mais um realização.

Neste sábado, às 08:30, será inaugurado o Centro de Judô e Lutas na Gávea. O espaço então insalubre, antigo, quente e com goteiras agora ocupará o dobro do tamanho atual, inteiramente climatizado e moderno.

Os recursos foram provenientes do Comitê Olímpico dos EUA e da Lei Pelé.

O próximo passo será a reinauguração em setembro do ginásio Claudio Coutinho, da ginástica e, por fim, o tão esperado parque aquático com a piscina mais moderna do mundo. O sinal de 50% da piscina Myrtha já foi pago, ela está sendo produzida na fabrica na Itália, com previsão de chegada ao Brasil até meados de setembro. Final de setembro é a previsão de término da obra civil. Depois, tem que "encaixar" a Myrtha. No começo de novembro deve acontecer a inauguração.

Já foi publicado mais um edital para liberação de recursos pela Confederação Brasileira de Clubes, o Flamengo prepara a entrega da documentação e pedirá todos os equipamentos para fazer da piscina da Gávea uma das melhores do mundo. E não vai parar por aí: o clube ainda quer a Myrtha para a segunda piscina da sede social.

A foto do dojo é exclusiva para o blog.