segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Brasileirão 2015: Flamengo 0 x 2 Coritiba; Atlético Mineiro 4 x 1 Flamengo

Não é hora de desespero. Depois de seis vitórias seguidas e 100% de aproveitamento, Osvaldo de Oliveira finalmente foi apresentado com o pior legado deixado pelo Cristóvão: a fragilidade defensivas nos cruzamentos.

Quando a zaga melhorou minimamente, levou apenas três gols em seis partidas, sendo dois de pênalti, o Flamengo venceu, convenceu e subiu pro G4. E não ganhou jogando no limite e com placar miserável, não.

Contra o Coritiba foi um desastre. Deu tudo errado e a derrota foi justa, mas contra o Atlético Mineiro foi uma derrota difícil de aceitar. Ainda mais pelo placar dilatado e irreal, a meu ver.

A zaga voltou a expôr seus erros clamorosos em cruzamentos. Apesar disto, o Flamengo fez um primeiro tempo bom, superior ao jogo de Brasília. 

Mas não se perde um pênalti, com o placar zerado e fora de casa contra um dos líderes do campeonato. Eu não sabia, mas é estatisticamente provado que o Vitor só agarra as cobranças de pênalti daquele lado, justamente o lado que o Allan Patrick bateu. O Flamengo deveria saber disto antes de jogar contra um dos melhores goleiros neste quesito.

A história, é verdade, poderia ter sido diferente se o Vitor, no lance, tivesse sido expulso, afinal era o último homem. Dizer que Cirino não ia em direção ao gol é um absurdo, até porque é preciso driblar o goleiro pro lado para marcar o gol escancarado.



Enfim, vendo pelo lado positivo, foi bom ver que o time não repetiu a atuação ruim de Brasília. Agora, Osvaldo terá uma semana para acertar o posicionamento defensivo e treinar os titulares com as voltas de Ederson e principalmente de Guerrero. O Rubro Negro está em sexto lugar, das próximas quatro partidas, três serão no Maracanã. 

Já de cara enfrenta o Vasco no domingo. Não é possível que o Flamengo continuará sua seca neste ano contra o adversário cruzmaltino em partidas que valem alguma coisa.

E vamos Mengão!

4 comentários:

Joanilson Silva disse...

Acho q não é so treinamento q vai resolver o problema do time nas bolas aereas, não sei como treinando alguem vai colocar na cabeça do Samir, q nas bolas cruzadas o zagueiro precisa subir, não tem jeito, mesmo q seja escorando o adversario, mas precisa subir.

Acho o PV muito bom goleiro, fez algumas defesas dificios, mas temos q entender q a zaga tem uma grande deficiencia, quando não tomamos gol de bolas paradas foi muito mais sorte do q melhora do sistema e ele precisa ficar um passo a frente e sair do gol, no primeiro gol a bola veio de longe, ele poderia muito bem ter saido. Se o cara conseguir fazer um gol olimpico, blz, merito do batedor, mas o PV não conseguir um cruzamento na entrada da pequena aerea ai pra mim é erro do goleiro.

Edu Fla Sempre disse...

André, belos comentários.

Quando chegou no Flamengo Oswaldo disse que os gols em bolas altas paradas era falta de atitude. Estava certo! Ele corrigiu isso e ganhamos seis partidas consecutivas com nossa zaga atenta, com vontade de vencer os jogos!

No jogo com o Coritiba a nossa defesa não estava tão compactada como antes e no jogo com o Atlético simplesmente a zaga não demonstrou raça, vontade de se impor dentro da nossa área. Saudades do Álvaro, em 2009. Lembra da raça com que ele disputava as bolas na zaga do Flamengo? E fomos campeões!

Temos que ter raça na hora de nos defendermos nas bolas altas, como todos os times fazem. Que essa semana o Oswaldo consiga novamente posicionar bem a nossa zaga para obtermos novamente uma boa sequência da vitórias!

Vamos ser felizes! Vamos vencer com nosso esforço, motivação e foco!

Elton disse...

A reformulação do meio pra frente foi boa. Alan Patrick, Sheik, Guerrero, Kayke e Ederson, melhoraram muito a criação.
Agora falta reformular a zaga. Pra mim, nenhum zagueiro do flamengo presta. É qualidade técnica, não treinamento ou esquema. Até o Samir q era uma promessa, virou um desastre. Se tivesse 100 cruzamentos pro Jemerson conta o Samir, sairiam uns 70 gols.
O pv eu acho até bom, mas gostaria de um goleiro selecionável, tipo o Diego Alves, pro ano que vem.
Ainda da pro g4, pois tem muito equilíbrio por baixo nesse campeonato. Tirando os 2 primeiros, o resto tá fraco.
SRN

Elton disse...

A reformulação do meio pra frente foi boa. Alan Patrick, Sheik, Guerrero, Kayke e Ederson, melhoraram muito a criação.
Agora falta reformular a zaga. Pra mim, nenhum zagueiro do flamengo presta. É qualidade técnica, não treinamento ou esquema. Até o Samir q era uma promessa, virou um desastre. Se tivesse 100 cruzamentos pro Jemerson conta o Samir, sairiam uns 70 gols.
O pv eu acho até bom, mas gostaria de um goleiro selecionável, tipo o Diego Alves, pro ano que vem.
Ainda da pro g4, pois tem muito equilíbrio por baixo nesse campeonato. Tirando os 2 primeiros, o resto tá fraco.
SRN