quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Flamengo fecha patrocínio para divisões de base e vive grande fase com o mercado de negócios


O Flamengo fechou patrocínio de dois anos para suas divisões de base. É um feito inédito no futebol brasileiro e reforça o bom trabalho do clube na gestão de marketing, agora liderada por Daniel Orleans.

O anuncio oficial foi realizado nesta terça-feira e o time já estreia nesta quarta na Copa São Paulo, às 21h, contra o Central de Pernambuco, com o nome da Orthopride.

Além do valor de R$ 1,4 milhão por dois anos, a empresa de serviços bucal montará dois consultórios: um na Gávea e o outro no Ninho do Urubu, e será responsável pelo tratamento dentário dos jovens das categorias de base do futebol e também dos esportes olímpicos.

Em troca, terá sua imagem exposta no uniforme de treino do elenco profissional, na camisa de jogo do futebol da base e nas placas de publicidade espalhadas pelo Centro de Treinamento.

Mais do que dinheiro, demonstra uma preocupação com o desenvolvimento humano do atleta, pois muitos não tiveram oportunidade e agora terão acesso ao melhor da saúde bucal.

Na coletiva também foi destacada que a prevenção de lesão ou sua recuperação mais rápida pode ser influenciada por um problema dental, causando desequilíbrio no corpo e lentidão na recuperação de um tratamento físico.


*************


O Flamengo vive um bom negócio em termos de patrocínio. Na mesma coletiva, conforme ótimo relato do Mundo Rubro Negro,  o dirigente contou que a Carabao procurou agências esportivas para entrar no mercado brasileiro e estas indicaram o Rubro Negro para ser parceiro do negócio.

A empresa precisará do comprometimento do clube para prosperar e, por outro lado, o Flamengo vai precisar da efetividade de divulgação do produto da empresa tailandesa para ganhar além da garantia mínima (R$ 15 milhões em 2017 e R$ 35 milhões de R$ 2018 a 2022), pois, a cada latinha vendida a partir de um determinado patamar, após assegurar os custos fixos, o Flamengo ganhará um percentual.

Não é puramente um mecenato que decide despejar dinheiro no seu clube de coração por desejo pessoal. Uma parte precisa da outra para crescer e ganhar mais. E os dois precisam trabalhar juntos na ativação.

6 comentários:

Ferreira disse...

André, há alguma noticia sobre patrocinadores para o basquete? Além do mais, como o clube está reagindo a possibilidade dos incentivos fiscais serem cortados por conta da crise do governo estadual?

André Amaral disse...

Ferreira, não tenho essas informações.

Barreto disse...

Ainda em dezembro marcelo vido postou no seu twitter que poderia haver novidade de patrocínio para o basquete. Até agora nada.

Julio Martins disse...

Garotada do futebol além de comemorar: é campeão vai poder fazer comercial de pasta de dente!!! Todo mundo com sorriso bonito! rsrs.

Anônimo disse...

MDaemon

Está mais do que na hora da Administração atual conseguir novos patrocínios também para o nosso campeoníssimo FlaBasquete!!!
SRN

Guilherme disse...

Parabéns ao Marketing mais uma vez!!!