sexta-feira, 20 de maio de 2016

O fracasso da gestão Eduardo Bandeira de Mello, o mudo

Chegamos a 48 horas da vergonhosa eliminação pela segunda rodada da Copa do Brasil para o Fortaleza e o presidente do Flamengo ainda não se manifestou, não disse sequer uma palavra.

São três eliminações em cinco meses. Na Copa do Brasil foram três derrotas em quatro jogos para times que estão longe da divisão principal do futebol brasileiro. É a pior campanha da história do Rubro Negro.

Nada disso foi suficiente para mudar os rumos do futebol. A verdade é que não sabem nem por onde começar. O clube tem salários em dia, estrutura de primeiro nível, o que resultou praticamente em zero contusão, elenco bom, o mínimo para não dar vexame, apesar de deficiências gritantes na zaga, porém, o que está errado?

O Flamengo, na gestão Bandeira, já teve alguns executivos, alguns gerentes, um punhado de treinadores, mas em nenhum momento conseguiu viver um momento sólido e estruturado.

É preciso mudar o topo desta cadeia. É preciso que o presidente entregue o futebol pra alguém que saiba gerir e vá viver sua carreira diplomática ou seja lá o que pretende fazer, visto que até agora ele mantém sua licença de Flamengo para viajar com a Seleção Brasileira para a Copa América.

E com o mandatário podem ir junto figuras ocultas que ninguém entende porque ainda estão no Flamengo: Fred Luz, Biasotto e Fernando Gonçalves.

A sensação é que nenhuma sequência de eliminações é capaz de fazer o presidente se comover do buraco que está colocando o futebol do Flamengo. Se antes o clube era humilhado pelo seu amadorismo financeiro, estrutural, hoje é motivo de chacota pelo futebol apresentado em campo.

Em entrevista nesta sexta-feira, Juan afirmou que ninguém da diretoria procurou o elenco para conversar e saber o que está acontecendo. Depois de tanto pedimos para o futebol ter um gerente que faça esse meio de campo tão importante entre vestiário e diretores. Hoje o que existe é um hiato entre o campo e a cartolagem.

Dentro de campo é o reflexo da gestão catastrófica de Bandeira e cia. Contrataram um goleiro por uma bela grana, e o mesmo continua na reserva de um que falha jogo após jogo (um goleiro que não foi citado uma única vez por nenhum de seus pares como destaque) Dentro de campo o artilheiro da equipe é preterido por um atacante que não consegue mais jogar um futebol de alto rendimento. Dentro de campo o esquema que vinha dando certo, foi simplesmente jogado no lixo sem nenhuma explicação. Dentro de campo o melhor zagueiro da base só ganhou oportunidade porque o Wallace abandonou a concentração pois, caso contrário, ninguém da diretoria perceberia que o então capitão estava prestes a deixar o clube porque não aguentara a pressão da torcida. Dentro de campo o clube veio com um time misto na competição que tanto brigaram para acontecer.

Apesar da reunião de horas, nada foi decidido, nada mudou. Simplesmente não sabem o que fazer. Bandeira segue mudo. Luz, Gonçalves e Biasotto seguem mandando no futebol. É capaz de trocarem novamente os diretores e treinadores, entretanto nada vai mudar se os verdadeiros responsáveis por quatro anos seguidos de fracassos não deixarem o Flamengo.

11 comentários:

Alessandro Ferinha disse...

Quanta asneira, quer dizer que agora a solução é o presidente sair do Flamengo? O presidente aclamado como o mais respeitável no futebol brasileiro. Concordo que é preciso urgentemente mudar de gerir o futebol, na verdade o presidente não deveria nem se meter muito nesse âmbito. Agora falar que a solução é a saída do nosso presidente, isso me soa como politicagem!

André Amaral disse...

Alessandro. Acertou na mosca. Mas o Bandeira não precisa sair não, basta apenas virar um rei pra cuidar da instituição, e entregar o futebol para o primeiro ministro tocar.

Eu votei no Eduardo.

Antônio Neto disse...

O problema na minha opinião é claramente esse conselho gestor, que na realidade não passa de um grupo de torcedores "ilustres" que possuem zero de conhecimento e experiência sobre o mundo do futebol. O Enquanto não mudarem essa estrutura estaremos sempre nessa falta de competência e organização.

Na minha opinião o ideal seria fazer que nem é nas outras pastas do clube, onde temos no máximos duas pessoas envolvidas na gestão de um departamento ou setor, sendo geralmente 1 Vice-presidente e um diretor executivo.

*O vice presidente por ser uma função amadora (não renumerado) deve ser alguém com larga experiência no futebol e bem identificado com o clube, seu papel seria a de criar diretrizes para o futebol do clube e também a de avaliar periódicamente o trabalho de diretor de futebol.

*O diretor de futebol nesse modelo terá toda a autonomia para gerir o futebol do clube, assim como também terá total responsabilidade caso o clube não alcançe suas metas.

Cadu Rollo disse...

Foi exatamente o que comentei lá em casa na quarta-feira.

Temos hoje claramente a melhor gestão administrativa da história da era profissional do Flamengo e, ao mesmo tempo, nos encaminhamos para uma das piores gestões de futebol da mesma era.

Ta muito claro que esses que estão hoje no Flamengo, não têm a menor condição de nem mesmo dar um pitaco quanto à gestão de futebol. Minha impressão é que são um bando de coroas que nunca jogaram nem pelada e não entendem nem mesmo o básico.

Então ta na hora de assumir isso, continuar tocando a parte administrativa como tem sido (bem) feita, e entregar o futebol a quem sabe, quem entende. Não adianta criar um conselho de futebol, formado por esses mesmos caras que NÃO ENTENDEM DE FUTEBOL.

Estão conseguindo desgastar uma diretoria inédita no futebol brasileiro, integra, transparente, com grandes conhecimentos administrativos, e tudo isso por uma teimosia sem tamanho.

Espero que dêem a cara a tapa agora, venham a público reconhecer esses erros e, principalmentem tomem as medidas necessárias para mudar a rota do Flamengo ainda nessa temporada.

Cadu Rollo disse...

Além dos erros da diretoria, temos um problema claro no time do Flamengo também.

Quando botamos no papel e vemos a escalação do time, é um bom time, com boas peças (na minha opinião).

Não acho que precisamos de uma reformulação geral, acho que precisamos de algumas peças em posições pontuais. Acho que precisamos também de novos reservas (pra mim chega de figuras lamentáveis e que já tiveram muito mais chances do que precisavam, como Gabriel e Cirino), sendo que pode-se também começar a usar mais alguns garotos da base, especialmente o Vizeu, o Thiago Santos, entre outros que se destacam e mostraram atitude já no profissional.

Mas acima de tudo, o que mais precisa mudar para o time engrenar, é a atitude do time. Hoje vejo um time do Flamengo, como já falei, com boas peças, muito melhor do a maioria dos times que tivemos nesse século, mas com muito menos confiança, com muito menos raça, muito menos brio, e isso ta se refletindo em campo.

Tenho comentado muito que esse time ta parecendo aquele Botafogo dos idos 2007-08-09, que tinha times bem armados, bem montados, mas com um espírito derrotado impressionante. Vejo na expressão de diversos jogadores do Flamengo hoje, a face da derrota, como via no rosto de Juninho, Lúcio Flávio e, especialmente, Leandro Guerreiro quando iam enfrentar o Flamengo, ou quando iam bater um penalti contra o Bruno. Eles já entravam derrotados e, muito por isso, quase sempre saiam realmente derrotados.

Isso tem que mudar, precisamos de um trabalho psicológico e precisamos que os nomes a serem contratados sejam pessoas com características de liderança, que sejam capazes de contagiar o restante do elenco e mudar a história desse ano.

Ainda dá tempo.

Sou um otimista por natureza (rsrs), e estou tentando enxergar essa derrota pro Fortaleza como uma daquelas que faz o time revisitar tudo, trazer novos jogadores e mudar totalmente a trajetória, como a derrota pro Avaí por 3x0 em 2009, que balançou o elenco, trouxe a contratação de Maldonado e Álvaro e mudou de vez o time. Ou mesmo a inesperada virada do Atlético-PR em 2013, que ocasionou a saída do Mano Menezes e mudou o time que seria campeão da Copa do Brasil.

Então enxergo uma oportunidade nessa derrota, oportunidade de mudar, de acertar, e de jogar uma competição sulamericana no segundo semestre, que pode trazer um título inédito e a vaga na Libertadores 2017.

Vamos continuar gritando pra diretoria acordar, pro time acordar, mas sem abandonar. Vamos torcer muito. Ainda acho que temos bastante lenha para queimar com esse time.

Abraços,

Marcelo disse...

Pelo fim das nomeações políticas no comando do futebol do Flamengo.

Walim, Wrobel e agora Godinho. Não entendem de futebol, nunca trabalharam no futebol, não sabem falar com jogadores. Qualquer homem do futebol teria conversado com os jogadores e perguntado: pessoal, qual é o problema? O que está havendo?

Não, eles se reúnem durante três horas, ficam tentando adivinhar o que está acontecendo e não chegam à conclusão alguma.

O problema é que o Muricy não está fazendo um bom trabalho. Então, os problemas só se acumulam.

Por mais incompetentes que possam ser Godinho (renovou por 3 anos contrato do Rodrigo Caetano) e o próprio Caetano, com certeza o problema do desempenho pífio do time é Muricy.

PV e Wallace de titulares do Flamengo??? Cadê a meritocracia? Isso desestimula o jogador. O Muricy tem tudo, o time não está rendendo nada. Ele deveria reconhecer isso e mudar.

Em tempo:

Flamengo Marinha Campeão Brasileiro de Futebol Feminino 2016!!!!

Parabéns mulheres maravilhosas vencedoras!!!!

Flamengo 2 x 1 Rio Claro. Gols de Larissa e Gaby!!!!

Onde há humildade o Flamengo funciona!!! Ganha títulos Brasileiros!!!

Vamos Basquete!!!! Vamos em busca de mais um título Brasileiro!!!!

Hoje, 14:10 hs, estaremos torcendo por vocês!!!!

Joanilson Silva disse...

Pelo amor de Deus o q é essa escalação do jogo contra o gremio? É eles ñ entendem nd de futebol, e agora se o time ganhar vão achar q estão certos e como torcer contra eu ñ consigo, então prefiro ñ ver.

Cadu Rollo disse...

Assim que vi a notícia mandei mensagem pro meu pai falando exatamente a mesma coisa.

Que não é possível que achem que a solução é essa, tirar Arão e Mancuello do time e voltar com Márcio Araujo e Gabriel.

E que dava vontade de não ver ou torcer contra (o que não consigo).

Enfim, muito triste ver isso.

Até se o time ganhar, saimos perdendo de alguma forma, pois teremos que aturar Márcio Araujo pro resto da temporada, podem aguardar.

Anônimo disse...

André tudo que foi falado no seu comentário são problemas do treinador e não dá diretoria. Os treinadores estão fracassando. Seria preciso descobrir porque? Pressão demais do clube? Falta de coragem para quebrar lideranças? Diretoria deu tudo para comissão e jogadores. Agora se o técnico e o auxiliar escalam mal e o presidente que vai escalar?

Joanilson Silva disse...

e quem é q escolhe o treinador? Quem é q dá aval para renovar com MA e Sheik? Quem foi q descobriu q as 44 do segundo tempo o zagueiro até então capitão ñ queria mais ficar no clube? Quantos treinadores já passaram pelo clube? Se o problema é mesmo só treinador temos uma quantidade infinita de pessoas errando na contratação. Se eu montar um hiper restaurante e contratar um cozinheiro francês e contratar garçons q são péssimos a culpa é do cozinheiro? Pq o Doriva e o Jorginho estão fazendo bons trabalhos hoje? Pq o Ricardo Gomes levou o bostafogo para a final? Pq o Santinha tem um time arrumado com o Léo Moura na direita e um treinador q está lá a menos de 2 meses?

Joanilson Silva disse...

Quando a gente pensa q ja viu de tudo no Flamengo, começando pela escalação de ontem, ate q o time não foi mal é bem verdade, me aparece o interesse no Raphael Vaz do Vice e q o Flamengo fez proposta, hoje no GE saiu q o cara ganha R$ 80 mil, eu falei OITENTA MIL por mês, será mesmo q esse zagueiro é o supra sumo da defesa para valer R$80 mil? Será q existe alguem responsavel mesmo pelo dinheiro do Flamengo q aceita oferecer uns prováveis R$ 110 mil por mês para esse jogador?!
Imagino q um zagueiro de ponta deva mesmo custar uns R$ 100 mil por mês, acho caro, mas é o mercado, mas esse tal ai q viria para compor elenco ja chegar ganhando R$ 100mil?
Quando questiono o principal legado dessa diretoria q é o controle financeiro a galera da Azul fica puta dizendo q estamos pagando a conta, mas continuamos jogando tanto dinheiro ou mias no lixo como todas as outras fizeram, a unica diferença é q agora pagamos nossas obrigações.