terça-feira, 14 de maio de 2013

NBB 2012/2013 - Semifinal: São José 80 x 72 Flamengo


A série vai ser longa. São José derrotou o Flamengo jogando em casa por 80 x 72 e abriu 1 x 0 na série melhor de cinco da semifinal do NBB. Na sexta e no domingo o time joga na Arena da Barra, que precisa estar lotada para empurrar a equipe Rubro Negra.

Uma equipe que fez uma partida bem ruim nesta terça. A começar pelo desequilibrio de José Neto que levou duas faltas técnicas. Dentro de quadra, apenas Marquinhos salvou e foi o cestinha com 17 pontos.

Nos rebotes foi um massacre, inacreditáveis: 45 x 22 para São José.

No garrafão, Caio Torres foi muito mal, displicente, perdeu vários ataques importantes. O pior que nem dá pra criticar muito, porque pode entrar o Shilton. Aí já viu: faltas de ataques, lances livres errados.

Olivinha precisa chamar mais a responsabilidade como no terceiro jogo das quartas de final contra o Paulistano, precisamos dele. Terminou com 1/6 na linha de três.

Já Duda precisa controlar seus tiros de três pontos, foi cada tentativa absurda. Já na armação, sem destaque, Benite, Shilton e Gegê não comandaram o time como merecia.

Pelo São José destaques para a excelente partida de Jéfferson: 27 pontos e 13 rebotes e Fúlvio: 17 pontos, 13 assistências e 7 rebotes.


O JOGO

O primeiro quarto foi equilibrado e de bom nível técnico. O Flamengo começou bem e o lance do quarto foi Kojo jogando a bola nas costas do Murilo e fazendo 11 x 8, forçando tempo do adversário. Placar: 20 x 17.

No segundo quarto as duas equipes erravam demais no ataque e o placar era baixo. Mesmo assim o Flamengo vencia, mas José Neto demorou demais a parar para corrigir os erros. Precisou São José virar o jogo em 25 x 23 para finalmente pedir tempo. Na volta Gegê matou uma bola de três para retomar a vantagem, mas o jogo seguia fraco técnicamente.

Após errar todas as três cestas de longa distância que tentou, no estouro do crônometro, Duda acertou uma belíssima cesta no meio da quadra para diminuir a vantagem: 34 x 33

No terceiro quarto São José começou metendo 7 x 0. O Flamengo estava perdido e viu São José fazer 15 x 6 sem qualquer pedido de tempo de José Neto.

Mas Fúlvio quis brincar tentando passe de efeito e perdendo um fácil contra-ataque. Não deu outra, Marquinhos reagiu com cinco pontos seguidos e uma cesta de três de Duda para derrubar a vantagem que era de nove pontos pra um ponto.

O Flamengo cresceu e no contra-ataque virou o jogo com uma cesta de Caio Torres. Mas outra vez José Neto perdeu a cabeça, levou falta técnica por reclamação e viu Jéfferson e Dedé matarem cestas de três pontos e colocarem a equipe paulista de volta à frente: 66 x 60.

No quarto final um Flamengo irreconhecível. A vantagem chegou a cair pra três no minuto final. Depois foi feita uma marcação pressão ridícula que deixou São José no 2 x 1 no ataque para encerrar a reação Rubro Negra.

6 comentários:

Anônimo disse...

Eu falei pessoalmente com o Mrcelo Vido e o Andre Guimares.... Os time sao equivalentes, a diferenca e o caldeirao que Sao Jose recebe seus adversarios. E o Flamengo tinha seu caldeirao.....mas optou por jogar no HSBC.....estou preocupado.....torco para eu estar errado. Luiz Mauro

André Amaral disse...

Luiz, não foi uma decisão isolada do Póvoa e do Vido.

O Póvoa disse que tomaram a decisão em conjunto com a comissão técnica.

Na opinião deles, seria ruim jogar apenas a final na Arena sem ter feito nenhuma partida lá. Se a final fosse em cinco jogos, provavelmente a semifinal seria no Tijuca. Isso é chute meu.

Outro ponto que eles disseram foi o fator segurança. No terceiro jogo contra o Paulistano tiveram que fechar o Tijuca e gente com ingresso não conseguiu entrar. Seria muito perigoso e inseguro, o que concordo.

São argumentos consideráveis. Agora é lotar a Arena e virar a série contra o São José.

Abraços

Anônimo disse...

Prezado Andre, agradeco a sua informacao.... mas gostaria de fazer algumas consideracoes. A decisao foi exclusiva do Povoa/vido e Andre Guimaraes.... isso eu garanto. Com relacao a estranhar jogar no Hsbc a final.... vc sabia que o time vai treinar apenas uma vez na Areana antes do segundo jogo? E em relacao a seguranca faz sentido.....mas bastava se organizar para tal evento. Precisamos voltar a jogar uma final de NBB... e a decisao tomada em jogar na areana esta colocando em risco .... grande risco. um grande abraco. Luiz Mauro

VINIDAFLA disse...

Eu nao entendo como o neto consegue tomar tantas faltas técnicas.... O técnico tinha que dar o exemplo

Marcelo disse...

Tb não entendo como o Neto demora tanto a pedir tempo! O time foi muito mal nesse jogo de ontem. Não dá nem pra dizer que alguém foi bem. Todos ficaram abaixo do esperado, inclusive o Marquinhos, que pode até ter médias boas, mas raramente aparece no momento decisivo do jogo, como deve-se esperar do principal jogador de um time.

De qq forma, perder fora de casa não é nenhuma tragédia, temos que continuar confiando no time!

Anônimo disse...

essa derrota eu coloco na conta do neto toma duas falta tecnica, e antes da segunda o jogo ainda estava igual depois disso o time tomou duas sexta de tres ai desandou so acho que o time tava errando muito no ataque mais ainda vamos virar e passarmos de fase sexta temos que lotar a arena e fazer a arena um calderão