terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Dupla Atletiba faz história. Flamengo tem até 2019 para seguir o mesmo caminho e desbravar a transmissão pela internet

O Flamengo assinou com a TV Globo contrato de três anos para o Campeonato Carioca, ao contrário dos outros rivais cariocas que assinaram por oito anos.

Apesar da imensa luta contra a FERJ e a relutância em não assinar com a televisão, o clube, no final, receberá os mesmos R$ 15 milhões que Fluminense, Vasco e Botafogo. De fato, deixou a impressão que o clube lutou muito, para conseguir tão pouco. A única vitória, no entanto, foi ter tirado a FERJ da intermediação da sua grana.

Com isso, o Rubro Negro é o único clube no Brasil que recebe diretamente da televisão a grana do estadual. Antigamente, a FERJ manipulava o dinheiro da forma que quisesse, inclusive tirando uma parte da cota de televisão dos quatro grandes para aumentar a premiação. Ou seja, fazia graça com o bolso dos outros.



ATLETIBA

Quem resolveu bater de frente pesadamente contra a Federação e a televisão foi a dupla Atlético-PR e Coritiba. Ambos se recusaram a assinar com a TV Globo, que ofereceu míseros um milhão de reais pela campeonato.

Sem televisão, os dois clubes uniram forças e decidiram que a transmissão seria via youtube. O anuncio deste feito inédito foi divulgado durante toda a semana.

Porém, eis que a Federação Paranaense de Futebol impediu que a partida ocorresse momentos antes do apito inicial, dando ordem para a equipe de arbitragem não iniciasse o jogo até que a equipe de transmissão contratada pelos clubes deixasse o gramado.

Segundo a entidade, o contrato com a TV Globo veta essa "concorrência". No entanto, nem Atlético nem Coritiba assinaram contrato de transmissão. Mas, vejam que absurdo, a Federação assinou contrato com a televisão.

Os clubes, unidos, decidiram peitar a Federação e não disputar a partida.

O sucesso da transmissão foi estrondoso. Segundo a ESPN Brasil, foram 440 mil acessos a seus canais no Youtube. O pico de audiência aconteceu durante a confusão na Arena da Baixada, com 87 mil simultâneos. Foram 4,5 milhões de minutos assistidos e ainda 41 mil comentários. Em seus canais, eles saltaram no Youtube de 21.036 mil para 38.028 mil inscritos no caso do Coritiba e de 18.666 mil para 33.282 no do Atlético-PR.

O próprio Youtube procurou as diretorias para oferecer suporte após a repercussão da iniciativa no fim da última semana.

Existe ainda a expectativa de ser lançado um aplicativo para a transmissão ao vivo no celular ou tablet.



FLAMENGO EM 2019

Em 07 de abril de 2016, o Conselho Deliberativo do Flamengo aprovou a renovação do contrato com a TV Globo dos direitos de transmissão para o período de 2019 a 2024. Neste pacote estão inclusos: Tv aberta, fechada e PPV.

Ou seja, desta vez não incluiu as transmissões via internet.. Quer dizer: é do Flamengo os direitos sobre as transmissões em streaming. A NFL, em 2016, fechou contrato com o twitter, que ganhou a concorrência do facebook, para transmitir suas partidas ao vivo para o mundo inteiro. A dupla paranaense revolucionou e surpreendeu com a tentativa de transmissão ao vivo do clássico via youtube / facebook.

O Flamengo tem até 2019 para estudar e formatar esse tipo de transmissão ao vivo dos jogos sem televisão. Pode ser exclusivamente para os sócios? Via twitter? Facebook? O mercado é gigantesco e incalculável.

2 comentários:

Joanilson Silva disse...

Mas o direito de imagem é dos 2 clubes, se o clube contra quem o Flamengo jogar não tiver um contrato q liberar a transmissão não adianta e outro ponto, o outro clube pode ñ aceitar a proposta do Flamengo e não liberar a transmissão do jogo. Tem muitas coisas que precisaram ser analisadas para essa transmissão

Guilherme disse...

Não entendendo esse assunto, não vou opinar.