sábado, 15 de outubro de 2016

Estadual de basquete: Flamengo derrota Vasco e enfrentará o Botafogo na semifinal


O Flamengo venceu o Vasco por 93 x 85, garantiu o primeiro lugar e vai enfrentar o Botafogo na semifinal do Estadual de basquete. Já a equipe cruzmaltina, até então invicta, terminou em segundo lugar e vai enfrentar o Macaé.

Diante de um Tijuca lotado apenas de vascaínos, os pivôs Olivinha e JP comandaram a vitória, anotando juntos 47 pontos. Marquinhos, Ricardo Fischer e Ronald Ramon anotaram 13 pontos cada um.

Com apenas sete adultos, em virtude da contusão do Humberto, é um começo de temporada onde os jogadores terão que atuar por mais minutos do que estavam acostumados, visto que o Flamengo sempre teve um elenco com dez jogadores. 

E o mais complicado ainda por se tratar de jogadores que já passaram dos 30 anos como Marcelinho, Olivinha, JP e Marquinhos.

Lembrando que há duas vagas de estrangeiros a serem preenchidas. Mas falta o patrocínio para substituir a SKY, que pagou R$ 2,5 milhões na temporada passada.

Precisando da vitória e jogando contra uma torcida única, o Rubro Negro demonstrou frieza para abrir quase 20 pontos de vantagem e dominar desde o primeiro quarto. Rafael Mineiro que fazia uma boa partida defensiva, quase perdeu a cabeça e precisou ser contido por seu companheiros para não perder a cabeça. Mesmo assim levou falta técnica no quarto final.

A semifinal contra o Botafogo - que perdeu os seis jogos do estadual, será na segunda e na quarta-feira, às 20h, no Tijuca. Se necessário, o terceiro jogo acontecerá na sexta-feira no mesmo local.

A tarefa mais dura ficou com o Vasco, que terá que enfrentar o Macaé na semifinal. Nos dois jogos da fase de classificação, o cruzmaltino venceu por 75 x 62 no primeiro turno e um duro 85 x 82 na prorrogação, fora de casa.

10 comentários:

alan teixeira disse...

Fala André, tudo bem?

Sabe informar qual nível de dificuldade em se arrumar um patrocinador para ajudar completar o orçamento? E se tá difícil arrumar um com o valor parecido com o da Sky, por que então não se tenta um pool de empresas? Falo isso porque li em algum lugar que houve algumas propostas porém abaixo. Não seria interessante juntar essas para fazer um valor alto?
Em relação ao time, até antes da contusão o Humberto era decepção.Marquinhos parece que parou na semi final do nbb passado. Marcelinho virou jogador de finais , pelo menos isso, porém com seu salário tira vaga de um jogador de nível e mais novo.
Pontos positivos até agora , a garotada que vem entrando, Olivinha e JP muito bem. Fisher é acima da média e Mineiro parece bem mais adaptaso.
O grupo é muito mas precisa de reforços , nbb e LDA cada vez mais difíceis .

Saudações Rubro-Negras
Alan

Flávio França disse...

Alan, concordo inteiramente com você em relação ao inicio de temporada do nosso time, que aliás é sempre assim. A diferença é que nos anos anteriores o nível do estadual era fraquíssimo!!! Bastou o asco montar um time razoável para expor o fraco inicio de trabalho. Culpa de quem? Precisamos de dois bons reforços se quisermos alguma coisa este ano. Um pivô e um ala armador. Quanto a patrocínio, o mercado deve estar muito ruim. Confio no trabalho do Póvoa. Abraços.

Gustavo Pereira disse...

Humberto sempre foi ótimo jogador e nitidamente sofreu problemas de adaptação. Uma coisa é jogar no Pinheiros onde o compromisso com a vitória é zero, outra coisa é vestir a camisa do Flamengo. Pesa mesmo, mas é muito cedo para avaliar, até porque ele se machucou. Um outro garoto que está machucado e me agrada muito é o Pedrinho Rava, que jogava em Macaé. Vai ajudar. O maior absurdo dessa história toda é o marketing não conseguir nada para o basquete do clube, tão vencedor nos últimos anos. Mercado ruim, incompetência ou o velho foco total no futebol e que o resto se dane ?

João Paulo disse...

O Bauru consegui o patrocínio master, mas além de ser outra empresa local, ainda é com valor metade do Paschoalo. Pelas contas que fiz o Flamengo ainda tem o elenco mais caro do Brasil. Talvez com a chegada do NBB ou da LDA o patrocínio pinta. É indispensável para trazer pelo menos mais um pivô de nível, não dá pra ganhar das equipes Mexicanas e Venezuelanas só com o JP e Mineiro.
Sobre o Humberto, ele tem potencial mas nunca jogou essa bola toda, nem no Pinheiros, tanto que nunca foi titular por lá. Ele não conseguiu nem se destacar na Liga de Desenvolvimento.
Agora, o time do Vasco é horrível, se tirarmos o Murilo e o Jackson não sobra nada. Não vai ficar entre os quatro melhores no NBB.
Quanto ao Flamengo acho que mesmo com o elenco reduzido ainda é o favorito no NBB, contudo, na LDA (que a diretoria disse que é prioridade da temporada) acho bem mais difícil.

Barreto disse...

André,

Antes da era José Neto eu não me lembro, mas durante as temporadas com o José Neto, com exceção da última, o elenco contava com apena jogadores na rotação. Apenas na última temporada havia 10 adultos na rotação.

João Paulo, assino em baixo dos seus cometários.

Barreto disse...

André,

Apenas para ser preciso, na temporada 2014/2015 o Flamengo tinha 9 adultos na rotação.Jogou grande parte do campeonato com apenas 8 adultos na rotação, devido a contusão do Benite. Com a contratação do Washam voltou a ter a ter 9 adultos. Somente na última partida do campeonato, a decisiva, o Fla teve 10 na rotação, com o retorno do Benite.

Barreto disse...

André,

Troquei as bolas. A temporada mencionada no comentário anterior está errada. Foi a temporada 2013/2014.

Joanilson Silva disse...

Sobre o Humberto eu vi o jogo contro o Macae em Macae e o menino parecia muito fora de sintonia com o time, um cara q esta de cabeça baixa, quase não fala com os demais, ele levou um esporro do Neto no final do primeiro quarto q eu na arquibancada fiquei sem graça, tbm fiquei p... com o erro dele e acho q o Neto foi correto no esporro, mas vou te dizer q o cara murchou de vez, tanto q ele voltou nos segundos finais e tomou outro esporro, pois foi facilmente batido pelo ataque. O Olivinha ou Marquinhos, não lembro quem, saiu conversando com ele, mas o menino estava bem pra baixo, volto pro segundo tempo bateu bola sempre na dele e ficou sentando la no banco, Leo Bispo ate falava com ele sobre lances do jogo e ele la quieto, ai depois entrou no jogo e infelizmente se machucou.

A Torcida timidamente gritou o nome dele, mas nem levantar a mão para acenar, colocou a mão na cabeça e saiu na maca.

Ele é bem jovem, será q trouxe a familia para morar com ele? Pois eu sai de casa muito mais maduro q ele e foi bem complicado morar sozinho fico imaginando ele então com toda essa pressão como esta se sentindo.

Tbm concordo q esse time do vice não é nada demais, a galera entra num desespero pq perdemos um jogo na prorrogação e outro q mesmo com os meninos jogando tivemos total chance de vitoria.

Concordo q o time precisa de reforços q para ganhar o LDA é dificil, mas é esse o elenco atual e temos q torcer por eles, Marquinhos e Marcelinho se jogarem tudo q podem junto com o Fischer, por mais dificil q seja os times mexicanos o time venezuelano e o San Lorenzo podemos sim ganhar.

Anônimo disse...

Paulo Jr.
1) Humberto é um menino que tem muito potencial, lembra um pouco o Leandrinho. No ano retrasado, parecia que ele não evoluía porque não tinha minutos no Pinheiros. No ano passado teve muitos minutos, começou mal, alternou bons e maus momentos, mas terminou a temporada muitíssimo bem. Por isso a expectativa era alta, esperávamos que ele enfim iria estourar.

Também tive a impressão que ele estava sempre "de cabeça baixa", tímido. Não dá pra saber realmente o que houve, mas essa impressão ficou e ele realmente não rendeu nem no principal nem na LDB.

2) Léo Bispo e João Vitor são promissores, mas ainda muito novos. Acho que a diretoria planejou revezar Olivinha, Mineiro e JP e dar alguns minutos para os garotos no início da temporada, pois assim os garotos ganham experiência e o time economiza uns 6 meses de salário, pois se vier um reforço pro garrafão será apenas no meio da temporada.

O que atrapalhou os planos foram as contusões e o fato do Vasco ter armado um time que dá trabalho no estadual. Em relação ao Vasco, não concordo que seja muito ruim. O time deles é limitado, formado por jogadores pra lá da curva descendente de suas carreiras, mas eles têm 11 adultos, a maioria muito experientes. É um time que hoje, em virtude das nossas 2 ou 3 contusões, nos dá trabalho. Acho que podem ganhar de muita gente no NBB, e devem ficar na metade de cima da tabela, vide as apresentações que fez contra Macaé e Basquete Cearense.
Outra coisa que é importante mencionar é que nosso time só tem a melhorar. Ricardo Fischer irá se soltando e retomando a forma aos poucos. A julgar pela LDB, o Pedrinho Rava quando voltar será um bom reserva, liberando o Ramon para jogar mais na 2, e ajudando a diminuir os minutos do Marcelinho.
A única preocupação é o patrocinador. Com um bom patrocínio, ficamos tranquilos com os salários e quem sabe não chega um reforço?

Saudações Rubro Negras

Marcelo disse...

André, e o Anjo da Guarda? Não ouvi falar nada ainda sobre o programa. Infelizmente, parece que a direção do clube não conseguiu fazer essa excelente iniciativa decolar.