quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Primeira Liga: Flamengo 1 x 0 América-MG


O Flamengo venceu o América-MG por 1 x 0 e conseguiu a segunda vitória na Primeira Liga. Foi um jogo na maior parte do tempo sofrível, lento e sem intensidade.

No primeiro tempo era um Rubro Negro muito previsível. Márcio Araújo era a principal referência da saída de bola, ora se posicionando à frente dos zagueiros, ora caindo como terceiro defensor pela direita. Do estádio você percebe claramente isso. Cuéllar revezava nessa posição, mas na maioria das jogadas quem fazia a transição era o Márcio Araújo.

Agora ficou claro porque a estatística dele é favorável no quesito passes corretos: o time trocou inúmeros passes entre meio de campo e defesa. Nesse esquema, a única saída de bola era quando os pontas encontravam alguma brecha ou quando os laterais ultrapassavam.

Mancuello que deveria fazer essa função, ficou muito à frente, por vezes caía de atacante e Guerrero era quem voltava, jogando quase sempre de costas para o gol - tem encontrado boas opções jogando assim.Tanto que o argentino não fez nenhum lançamento característico, porque Éverton e Gabriel não davam opções.

O Flamengo sentiu muito a falta do Arão, para ser o homem surpresa no ataque, além do passe vertical sempre refinado, e do Cirino, pela intensidade.

No segundo tempo, pelo gol de pênalti logo no começo, o América-MG saiu para o jogo e o Rubro Negro encontrou mais espaços. Rodinei escapava pela bem direita, só precisa aprender a executar melhor a jogada.

Não entendi a entrada do Cirino no lugar do Mancuello com Gabriel e Éverton em campo. Arão entrou e provou que é o melhor jogador desse começo de temporada, não sentiu o peso de jogar com o Manto Rubro Negro e na primeira jogada deixou Guerrero na cara do gol.

Na única jogada que foi trabalhada, o gol saiu, mas a assistente anulou erradamente. Ainda teve a bola na trave e um pênalti não marcado. O placar poderia ter sido maior, o que não seria nenhum absurdo, apesar dos pesares.

Além do Arão, uma boa surpresa é o Juan, muito seguro na zaga, tem muita técnica e habilidade.

Pode ser impressão, mas parecia um time sem vontade de estar ali. Muricy após o jogo reclamou das viagens. E tem razão: domingo jogou no Rio, ontem já estava no Espírito Santo e domingo tem Brasília. Justamente quando se tem dois clássicos e um jogo pela Primeira Liga.

Definitivamente o Flamengo precisa encontrar seu estádio e jogar ali. Volta Redonda pode ser a opção. O que não pode é time pagar o preço das dificuldades para fechar as contas pela falta de patrocínio e do Maracanã fechado.

Mas o Muricy não terá razão nenhuma se não mudar esse esquema tático que força o time a jogar sempre encontrando os pontas abertos - que coisa antiga, sem jogada pelo meio e, obviamente, mantendo Márcio Araújo como referência na saída de bola com Mancuello enfiado no ataque.

4 comentários:

Gustavo disse...

Ai, meu Deus, que saudade da Amélia...
Amélia que era mulher de verdade,
Amélia tomava banho todo dia, vestia-se bem, passava batom...
tinha sim muita vaidade...

Mengão ganhou, não levou gol, temos bons jogadores no elenco, agora é acertar o time e sermos felizes.

Vem cá, quem era aquele zagueiro careca que jogou no nosso time? A diretoria contrata jogador e nem avisa! risos.

Gostaria de avisar, a quem gosta de mim, que seu SOBREVIVI ao carnaval. Úhúúúúúú!!! Muito samba, muito chinelo gasto e outras coisitas mais. risos. (beijar na boca do sexo oposto é muito bom!!!).

O Maracanã está fechado. Não pode ter futebol. Flamengo x Fluminense vão jogar o carioqueta lá em Brasília. Dizem que é por causa das Olimpíadas, que começam em agosto.

Porém... neste fim de semana vai ter show dos Rollings Stones...

Nada contra, mas i can´t get satisfaction with these pessoal que administra o Maraca!!! De saco cheio, brother!!!

Quem jogou basquete bastante ontem foi o time do América-MG. Duas mãos na bola, no primeiro e segundo tempo. risos.

Beijos para minhas duas grandes fâs: minha mãe e minha vó.Úhúúúúúú!!!

Ruy Moura disse...

Os jogadores questionados pela torcida são Paulo Victor, Wallace, Márcio Araújo e Sheik. Esperamos vê-los substituídos por Alex Muralha, contratação, Cuellar/Arão e Éderson. Éderson está sempre quebrado! Marcelo Cirino, Gabriel e Éverton não rendem. Guerrero está muito mal. Muricy Ramalho vai ter de trabalhar muito para tirar este time da indolência. Está muito cansativo de assistir aos jogos de futebol. Time dá sono! E para piorar a situação, aquela derrota do "Orgulho da Nação" por um ponto, após estar vencendo por seis pontos a 1:20 minuto do final da partida.

Caio disse...

Um time com Márcio Araújo nunca sairá da mediocridade. É simples assim.

O Flamengo é o único time do mundo que toma gols com o adversário chegando pelo meio. Culpa de quem? Do pândego Márcio Araújo, claro.

O Muricy precisa mexer nesse time por completo. Jogadores como Everton e Gabriel tem que ser opção, nunca a solução. São jogadores medianos, no máximo!

Urge a mudança de esquema. Alan Patrick tem que jogar junto com o Mancuello. Cuellar, Arão, Mancuello, Alan Patrick; Cirino e Guerreiro. O time tende a ficar mais compacto. Acredito muito que Mancuello e AP juntos irão se ajudar.

Enfim, fato é que o Flamengo não evoluirá jogando nesse esquema, com essas peças. Há quase 2 anos estamos jogando dessa forma e o time não evolui. Não existe milagre, com essas peças o time não funciona nesse esquema.

josecarlosf84 disse...

Na questão tática o próprio André e os colegas já expressaram minha opinião: Márcio Araújo não poderia sequer jogar no Flamengo, quanto mais ser titular.

Mas quero mesmo falar de outra questão: o Flamengo precisa urgentemente definir onde vai jogar em 2016, especialmente o Brasileirão, onde o time promete ser mais competitivo. É notório que essas viagens vem desgastando a equipe e os jogadores já vem demonstrando insatisfação.

Minha preferência é que o Flamengo jogue no Rio de Janeiro, mas se não for possível, que se escolha uma ''sede'' e o time se mude com tudo pra lá. Pois ficar viajando hora pra jogar em DF, MG, VR, Macaé, Juiz de Fora, Nordeste, etc vai acabar com o time.

Agora pouco estava vendo America x Bangu no Sportv, e aparentemente, Edson Passos está arrumadinho, a iluminação está bem melhor e é um estádio que suporta um bom público(16 mil se não me engano). Teve a reclamação do Muricy quanto ao gramado, mas acho que se dessem um tratamento desde já, estaria 100% para o Brasileiro.

Para mim seria a melhor opção para jogos menores no Brasileirão, Mesquita fica a menos de 1 hora do Rio de Janeiro, além de não afastar o time dos STs, já que boa parte deles reside no RJ. Os clássicos poderiam ser levados para Brasilia, Nordeste, etc... já os jogos menores e os decisivos (exceto contra os times do RJ) poderiam ser no estádio do América.