segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Flamengo confirma participação na Primeira Liga. Espero que tenha certeza do que está fazendo

O Flamengo afirma que estará na Primeira Liga. Os clubes parceiros prometem solidariedade ao Rubro Negro em caso de retaliação da FERJ.

Gilvan de Pinho Tavares, presidente da Liga, afirma que nesta semana terá uma reunião com Rubens Lopes, presidente da Federação Carioca de Futebol, para solucionar esse impasse.

A FERJ ameaça impedir o Flamengo de disputar as divisões de base do Estadual e bloquear a cota de televisão (R$ 7 milhões). É um troço inacreditável, absurdo e autoritário.

O problema é que as outras Federações não estão nessa guerra com seus clubes. Nenhuma outra promete retaliar seus afiliados se disputarem a Primeira Liga. Apenas no Rio acontecem esses dispautérios.

Aí mora o perigo de, novamente, o Flamengo sair prejudicado por tentar revolucionar a estrutura do futebol e ficar sozinho nessa história. Os clubes co-irmãos prometem até abandonar a disputa do Brasileirão caso a FERJ retalie o clube da Gávea. Sinceramente, alguém acredita nisso?

De fato, não há dispositivos legais que impeçam os clubes de organizarem campeonatos. Segundo a Lei Pelé, não havendo o reconhecimento de entidades federativas, os torneios apenas deixam de existir dentro do calendário.

Não há base legal para a Federação tungar dinheiro, mas em se tratando de FERJ, ao lado da CBF e até da televisão, tudo é possível.

É bom o Flamengo ter certeza do que está fazendo. Se não tiver, melhor deixar para 2017, tendo em vista que o contrato de televisão para a transmissão do Campeonato Carioca se encerra neste ano e precisará ser renovado para os próximos anos. O que será uma belíssima carta na manga.

2 comentários:

Edu Fla Sempre disse...

O "nada" ameaçando o Tudo. Bizarro. rs.

Joanilson Silva disse...

Acabei de ler q a CBF vai pagar por mês R$ 75 mil para cada presidente de Federação, presidentes esses q elegem o Presidente da CBF e o "DONO" do futebol brasileiro.

Esse dinheiro totaliza R$ 24,3MM ao ano, levando em conta q a CBF repassa quase R$ 1MM por ano a cada federação, o total fecha em R$ 27MM, imagina esse dinheiro sendo divididos entre os primeiros colocados da CB e Brasileirão?

Agora existe alguma possibilidade de mudança, imagina q vc é um cara serio e quer ser presidente da CBF, vc pega e no seu programa de governo informa q vai repartir esse valor entre os clubes, quantos votos de federação vc iria receber? E as federações representam 40% do colegiado.

Sobre a pergunta de o Flamengo esta fazendo certo, a resposta é, o Flamengo esta fazendo certo em peitar, mas a chance de sucesso beira o 0,1%.

Prefiro deixar de acompanhar futebol brasileiro a ver o Flamengo aceitar essa situação.