sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Beira o inacreditável: o debate sobre a Arena Multiuso foi contaminado pelo debate político


Nada no Flamengo é unanimidade, mas o projeto da Arena está rendendo argumentos inacreditáveis.

Reportagem desta sexta-feira no jornal O Globo informa que o tão sonhado ginásio multiuso na Gávea é motivo de discórdia entre as chapas.

O candidato Cacau Cotta, da Chapa Branca, é contra a construção porque "terá que derrubar figueiras centenárias, que são lares de micos". E que vai ampliar o Hélio Maurício de 600 para 2.600 lugares. Nada que venha da chapa branca é surpreendente. Sem comentários, portanto.

Agora o mais surpreendente é o candidato Wallim Vasconcelos, da Chapa Verde, preferir outras opções, como a arena em Deodoro ou na Barra, legados olímpicos de 2016.

Antes: entrevista de Wallim ao ótimo Mundo Rubro Negro em 21/03/2015. Pergunta vai, pergunta vem, eis que ele responde sobre a Arena:


E agora, em entrevista ao jornal O Globo, afirma que "Não precisa ser na Gávea". E complementa: "Será que não tem a possibilidade de pegar uma arena da Olimpíada em Deodoro ou na Barra?"

E levanta suspeitas se o McDonalds ainda está com disposição de construir a Arena.

(Na semana passada a empresa enviou uma cara reiterando a intenção de investir na Gávea)

Bandeira respondeu: "Acho absolutamente incompreensível ser contra o clube receber um equipamento de altíssimo nível sem investir um tostão. A arena vai permitir que o clube tenha um espaço moderno e qualificado, tudo de graça. Não entendo como pode querer trocar isso por uma arena em Deodoro, sem a garantia de que poderá ser utilizada. A Prefeitura pode ter outros planos".

Beira o inacreditável alguém ser contra um investimento próprio dentro de sua casa para tentar a sorte em negociar com o poder público. Sendo no mínimo otimista, alguém acredita que a Prefeitura entregará a administração do espaço ao Flamengo? E mesmo que entregue, como preferir deixar de ter um equipamento de alto nível na Gávea para ter gastos de manutenção em um espaço alugado?

Não basta todos os transtornos e prejuízos financeiros com o Maracanã, querem agora colocar o Flamengo para negociar o uso de uma arena multiuso com o poder público por pura birra política.

Faltam algumas licenças municipais para a liberação da obra. Após esse discurso da Chapa Verde, o Prefeito deve estar bem determinado para terminar a tramitação do projeto, hein? Em suma, Wallim e Tostes fazem o discurso perfeito aos ouvidos da Prefeitura e prestam um imenso desserviço ao Flamengo.

Chega do Rubro Negro salvar elefantes-brancos. Depois de tanto esforço, são três anos nessa luta, é preciso união independente de eleição. E outra: pega muito mal para o Rodrigo Tostes, diretor-executivo de operações do Comitê Organizador da Olimpíada Rio-2016, defender o uso de um legado do que um investimento na Gávea como plano A e plano B.

10 comentários:

Jose Carlos disse...

Bom, precisa de mais alguma demonstração para vermos qual será o futuro dos Esportes Olimpicos caso a chapa verde ou branca vença? A intenção deles é clara: extinguir os esportes olimpicos. Um lunático prefere palmeiras e micos a ter um ginásio próprio e o outro que até então parecia sensato me vem com o discurso de pegar um desses elefantes brancos da Rio 2016 localizados em bairros de difícil acesso. Será que o tal do Tostes já foi alguma vez a um jogo no TTC? Pois bem, no TTC, com excelente localização e transporte para os 4 cantos da cidade a média não passa de 1000 pessoas, imagina em Deodoro ou Vargem Grande? é pedir para matar de vez o basquete.

Antônio Neto disse...

Não tem motivo algum para questionar a construção da arena, não precisa ser muito inteligente para saber que todo esse debate não passa de picuinhas políticas.

Se a chapa verde fosse o atual grupo gestor do Flamengo certamente estariam gritando aos 4 cantos que são os responsáveis por tal obra.

E o Cacau realmente deve estar muito preocupado com as tais figueiras e a família de micos rsrs

Esporte Rio disse...

O Flamengo tem Maracanãzinho, Arena da Barra, Tijuca Tênis Clube, o ginásio do Olaria (que é grande), o legado da Olimpíada....não precisa de ginásio na Gávea. Melhor seria construir uma pista de Atletismo de altíssimo nível ao redor do campo da Gávea.

André Amaral disse...

Esporte Rio, vc não é Rubro Negro e te conheço de outros carnavais.

Evidente que é contra a arena na Gávea, como todos bons não-Flamenguistas...rs

Abs

Esporte Rio disse...

André, o ginásio de Basquete do Real Madrid não fica no mesmo local do futebol. Isso não impede do time ser forte (e campeão mundial), nem de estar sempre lotado.

Anônimo disse...

Quem sugere a utilização de Maracananzinho ou Arena da Barra desconhece completamente a realidade dos esportes que não sejam futebol neste país. Nem vôlei, nem basquete e nem modalidade alguma consegue arcar - sustentavelmente - com os custos operacionais de um equipamento deste porte. E sobre o TTC, sugiro uma visita antes de fazer qualquer tipo de comentário.

É uma sandice completa ser contra a Arena na Gávea.

marcossan disse...

Cara melhor nem te responder,calado eu ganho mais

marcossan disse...

Cara melhor nem te responder,calado eu ganho mais

Marcelo disse...

Nada impede de termos a arena e uma pista de atletismo, caso haja um investidor interessado em construir a pista. Se o dinheiro fosse do clube, poderíamos até cogitar fazer essa escolha.

Marcelo disse...

A questão não é ser no mesmo local do futebol. Até pq o local do futebol do Fla não é mais a Gávea. A questão é que deodoro e barra não são bons lugares. E mais do que isso, há um investidor interessado em construir a arena na gávea.