terça-feira, 15 de janeiro de 2013

A entrevista de Marcelo Vido à rádio Bradesco Esportes FM

O novo executivo de esportes olímpicos do Flamengo, Marcelo Vido, começou efetivamente seu trabalho nessa segunda-feira, dia 14 de janeiro, em virtude da transição do seu antigo clube, o Minas TC.

Vido deu uma entrevista dia 09, quarta-feira passada, à rádio Bradesco Esportes FM que gentilmente cedeu o áudio para o blog.

(Já marcamos uma entrevista com Marcelo Vido e Alexandre Póvoa para abordamos os assuntos relacionados aos olímpicos. Aguardem.)

Confira alguns trechos:

Desafio

O desafio é grande, o maior da minha vida, mas eu vejo pontos positivos, como por exemplo esse grupo que assumiu o Flamengo, que quer fazer uma gestão moderna com visão coorporativa. Esse foi o maior motivo de eu ter aceitado o convite. O segundo positivo é o Flamengo, a marca Flamengo, a força do clube. O terceiro é a cidade do Rio de Janeiro que será palco de grandes eventos.

Natação

Não renovamos com a natação adulta em função da falta de infraestrutura, da receita, mas estamos otimistas em dar um choque de gestão e voltarmos com uma equipe adulta em 2014. Nosso parque aquático tem que ser remodelado para que o atleta treine dentro da Gávea. O ídolo do Flamengo tem que estar próximo das categorias de base e o esporte precisa ser autossustentável. Então 2013 será um ano para trabalharmos a infraestrutura e a parte gerencial. Mas a equipe de base continua firme, treinando, para formamos atletas.

José Carlos Brunoro participou da entrevista e comentou a contratação do Marcelo Vido

O Flamengo sempre teve essa tradição, mas sempre teve dificuldades para dar continuidade aos esportes olímpicos e agora com a contratação de Marcelo Vido passa a pensar diferente, com estratégia.

Minas TC

Tem que ser semelhante à gestão que foi implantada no Minas TC, nos sete anos em que fiquei a frente. O esporte precisa ser uma unidade de negócio, ter vida própria, com suas receitas, despesas, resultados.

Patrocínio

Vamos buscar patrocínio para aquelas modalidades que tenham mais visibilidade, como é o caso do basquete do Flamengo. Vamos buscar patrocínio para esse final de NBB e também para os próximos anos. Para as modalidades com um pouco menos de visibilidade, temos que buscar recursos através de algum convênio, bolsa-atleta e também com empresa privada, mas sabemos que a dificuldade será grande em função da pouca visibilidade, e também conversar com as confederações para que essas modalidades tenham mais competições e uma maior visibilidade.

Marketing

Dentro da nossa diretoria teremos uma gerência de negócios e marketing, muito alinhada à vice-presidência geral de marketing (sob o comando do BAP) e toda a rede de comunicação que será naturalmente maior do futebol, mas tendo também autonomia para tocar nossa área.

2 comentários:

João Duarte disse...

booa.. essa rádio é muito legal!!

parabéns pelo blog, bem bacana mesmo, tenho acompanhado a pouco tempo e gostado bastante!

André Amaral disse...

Fala João, a rádio Bradesco FM está sendo a rádio oficial do basquete Rubro Negro..rs

Obrigado, rapaz, volte sempre, abraços!