quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Brasileirão 2012 - 33ª Rodada: Atlético-MG 1 x 1 Flamengo


A preleção do Zinho deve ter sido daquelas no vestiário. O fato é que o Flamengo conseguiu mais um ponto e está cada vez mais perto de liquidar esse bendito ano.

O clima estava semelhante ao do jogo no Engenhão. Estádio lotado, pressão da torcida. Muitos temiam até um passeio do adversário, mas o que se viu  foi uma partida nervosa por parte do Atlético-MG e o Flamengo controlando o ímpeto ofensivo, alguns bons passes, mas sem perigo de gol.

Com um Cléber Santana fazendo um jogo ruim, a verdade é que o Flamengo pouco ameaçou. No segundo chute de longa distância, Renato conseguiu seu gol. Antes, o Atlético-MG ainda teve um pênalti discutível em cima do Ronaldinho, e depois conseguiu uma bola na trave com Jô e ainda teve o zagueiro Réver perdendo um gol claro dentro da pequena área.

Antes do final do primeiro tempo, Welligton Silva foi expulso, Felipe se contundiu e Dorival foi expulso na volta do segundo tempo, que foi um treino de defesa x ataque. Era um tal de inversão de Ronaldinho para Marcos Rocha, que infernizava o Ramon pela direita, Bernard se movimentando muito, e o atacante Leonardo conseguiu empatar a partida logo aos 11 minutos.

Apesar do gol, a dupla de zaga se comportava bem, e tirava tudo que podia da defesa. Ao Flamengo só restava se defender, com um meio de campo lento, a saída de contra-ataques era praticamente impossível. Love "lost" sofria rodeado de marcadores sem ajuda quando, por milagre, dominava uma bola.

Dorival errou ao demorar a tirar Cléber Santana. A boa participação de Welligton Bruno deu a impressão que se entrasse um pouquinho mais cedo, a pressão poderia não ser tão absurda como foi. O novo contratado conseguiu desafogar a defesa e ainda criou uma boa chance, mas Ibson inexplicavelmente escorregou quando foi chutar.

Àquela altura, o empate estava de bom tamanho. Excelente para o Fluminense, bom para o Flamengo e péssimo para o Atlético-MG.

3 comentários:

Marcelo disse...

Valeu pela disposição e pelo pontinho ganho. O grande problema é o desgaste pro jogo de sábado, em que a vitória é fundamental. André, o gol deles foi do atacante Leonardo, e não do zagueiro Leonardo Silva. O zagueirão "virou" centro-avante só no finzinho do jogo.

André Amaral disse...

Corrigido, valeu!

Lemos disse...

Valeu pela garra e pela mistica rubro negra,uma arbitragem calamitosa,como um sujeito desses continua apitando.O Junior comentarista é outra calamidade,sempre tem algo para denegrir o Flamengo,logo que terminou o jogo ao invés dele dizer que foi um jogo heroíco do time,foi lembrar das duas bolas na trave que o Atl.M mandou,sendo que a ultima numa falta que não existiu.SRN