terça-feira, 25 de janeiro de 2011

O ano só está começando, essa geração fez história!


Esse janeiro já superou 2010 inteiro. O título da Copa São Paulo invicto é histórico.

Foi emocionante, vinte e um anos depois a nossa base volta ao topo do Brasil, e mais importante que o título é ver uma geração com talento, que cativou a torcida, que se encantou pelo belo futebol apresentado na competição, e que tem tudo para subir e encontrar seu espaço nos profissionais.

O time não foi bem, fez uma partida nervosa, ainda teve uma arbitragem horrível que deixou de marcar várias faltas a favor do Flamengo e coibir a violência dos baianos.

O Bahia dominou o primeiro tempo, era forte nas bolas áreas, tinha mais presença de meio de campo, o empate ficou até barato pro Flamengo.A bela atuação dos jovens baianos valorizou ainda mais a nossa conquista.

Mas lá no gol tem um goleiro espetacular, César, que arragou muito, salvou bolas incríveis e olha que ele era considerado uma parte fraca do time no começo da competição, mas cresceu e evoluiu muito durante a competição.

E o que jogou Luis Philippe Muralha? Partida perfeita, joga muito. Podem já subir pros profissionais e arrumar um bom contrato porque ele tem futuro.

Lorran, Rafinha, Adryan, Lucas não fizeram uma boa partida. Pedrinho, até então desconhecido, entrou e foi bem.

Negueba errou alguns passes, mas sua experiência foi decisiva nessa final.

Méritos para o treinador Paulo Henrique, que já comandou o time naquela Copa Eurofarma de Futebol Junior ano passado, em que o Flamengo chegou à final e perdeu nos penaltis para o Santos. E conquista agora mais um título invicto, depois do Estadual em 2010.

Na preparação para a competição teve que procurar outros campos para treinar porque a Gávea e o CT estavam em obras. Na primeira partida da Copinha estreou com um empate e muita gente não dava nada por esse time.

Grande trabalho de Carlos Noval, diretor executivo da base, que já estava no Clube. E quando o Zico chegou, acreditou no projeto do Noval e estruturou o organograma. E o trabalho agora sem o Galinho, continua firme e forte.

Bom, agora vem a segunda parte da história, não adianta ter grandes jogadores, a transição da base para o profissional precisa ser bem feita, se não os talentos são disperdiçados, e isso precisa ser coisa do passado na Gávea.

4 comentários:

Anônimo disse...

Brother tu tem informação sobre o contrato do César...ele pertence ao Sendas mesmo?Agora o mundo vai crescer o olho nele, é bom a Paty abrir o olho!

SRN

Maicon

André Amaral disse...

Ele é da Traffic, está emprestado ao Flamengo até o final dese ano.

Não dá pra perder tempo, é pagar e tê-lo em definitivo.

Abraços

Anônimo disse...

Os nomes dos jogadores da foto são: Em Pé: CESAR, MARLLON, LORRAN, DIGÃO, CHINA, LUCAS, ALEX, MAICON, FRAUCHES, DOUGLAS, VITOR HUGO e MATHEUS
Agachados: RAFINHA, THOMAS, ADRYAN, YGUINHO, NEGUEBA, ANDERSON, MURALHA, PEDRINHO, FERNANDO e ?
O último agachado é jogador? Qual o nome dele?

Paulo Fábio - Teresina (PI)

Anônimo disse...

Alguém tem a relação dos 25 jogadores campeões em 1990?
Tenho alguns nomes com suas respectivas camisas: 1 ADRIANO, 2 MÁRIO CARLOS, 3 TITA, 4 JUNIOR BAIANO, 5 MARQUINHOS, 6 PIÁ, 7 PAULO NUNES, 8 MARCELINHO, 9 NÉLIO, 10 DJALMINHA, 11 FABINHO, 12 ROGER, 13 EDMILSON, 14 CÉLIO, 15 LUIS ANTONIO, 17 RODRIGÃO e 18 WILLIANS.
Soube que o ROGÉRIO e o FÁBIO AUGUSTO também faziam parte do elenco, mas sei os números das camisas.

Paulo Fábio - Teresina (PI)