segunda-feira, 3 de maio de 2010

A escolha por Vinicius Pacheco

E hoje na Gávea foi realizado o último treino antes da viagem para São Paulo, e Rogério Lourenço escalou o Vinicius Pacheco como titular no lugar de Michael expulso.

Ainda é cedo para afirmar, mas Rogério é daqueles que param o treino, gritam, e segundo o GE, mandou repetir três vez uma cobrança pela esquerda: "Para se ter uma ideia da dificuldade nas finalizações, em uma falta pelo setor esquerdo, Rogério mandou repetir três vezes a cobrança. Juan, Léo Moura e Pet bateram e erraram o alvo."

Segundo as informações, Rogério não treinou o time para sair no contra-ataque e Pacheco fez um bom coletivo, jogando no meio e procurando tabelas com Love e Adriano.

Batendo um papo com o brother Tiago Cordeiro, Rogério pelo que parece, quer começar marcando em cima logo no primeiro tempo e o Pacheco seria o cara ideal para marcar na pressão e encher o saco dos volantes adversários, e no segundo tempo para valorizar mais a bola, entrariam Pet e Kléberson.

Ou seja, Rogério planeja começar marcando em cima no primeiro tempo e recuando no segundo tempo. O treinador não quer muita calmaria no começo, e aposta na velocidade de Pacheco pra decidir logo a partida.

Dentro da proposta a escolha do Rogério é válida, mas não seria a minha. Acredito que Pet seja mais decisivo e possa ser mais mortal nas enfiadas de bola e até mesmo nas bolas paradas. Pet curte esses jogos dramáticos fora de casa.

3 comentários:

André Monnerat disse...

Duvide-o-dó que, com o jogo empatado, ele troque Willians por Kléberson e Pacheco por Pet.

E mais: o Pacheco não é opção pra marcar saída de bola. Ele não é disso.

André Amaral disse...

heheheheee...rapaiz, com o jogo empatado até eu vou lá pra defender...

Mas tbm não engoli essa hstória do Pacheco marcar saída de bola, pode cercar e tal, mas ta longe de ser um Zé Roberto..

Rafael Sarmento disse...

Esse jogo é do Pet!

Avante Mengão!