quinta-feira, 21 de abril de 2016

Copa do Brasil - 1ª fase: Flamengo 3 x 0 Confiança

O Flamengo venceu tranquilamente o Confiança por 3 x 0 e está classificado para a segunda fase da Copa do Brasil.

Com quase 70% de posse de bola, agressividade, os meias entrando na área e muita movimentação, a equipe de Muricy não fez mais do que sua obrigação. Mas nem por isso é possível negar que há algo de diferente.

O treinador voltou ao 4-3-3, apostando na entrada de Fernandinho para povoar o ataque, visto que o adversário não agrediria o Flamengo. Neste esquema, as bolas esticadas viram a principal arma contra uma defesa fechada, mas que era neutralizada pela boa linha de impedimento do Confiança. Mancuello na bola era sempre perigoso. Como bate bem na bola!

O gol no primeiro tempo foi essencial para diminuir a pressão.

Na volta do vestiário, o Flamengo voltou outro. O esquema continuou o mesmo, mas as linhas foram encurtadas, mais compactado, sufocou o adversário e fez dois gols em 20 minutos pra liquidar a classificação.



É um meio de campo que impressiona. Cuellar distribuiu inacreditáveis 103 passes certos e apenas dois errados. Se apresenta aos zagueiros pra ajudar na saída de bola, toma conta da cobertura dos laterais e dá muito volume ao ataque. É um novo Maldonado.

Arão deu as três assistências. Como previsto, voltou a jogar bem com a volta do Mancuello. E o que está jogando o argentino não é brincadeira. É o dono do meio de campo, das bolas paradas, dos passes sofisticados e ainda chega à grande área.

É o quinto jogo que Cuellar, Arão e Mancuello atuam juntos. Foram cinco vitórias, 16 gols e apenas um sofrido. (2 x 1 no Flu, 5 x 0 Resende, 3 x 0 Boa Vista, 3 x 0 Bangu e 3 x 0 Confiança).

Cirino marcou seis gols nos últimos cinco jogos. Sua jogada em diagonal é fulminante. Só foi parado por falta. E tem chegado muito bem na área, sempre bem posicionado. Cresceu com a mudança do esquema do Muricy. Não fica mais preso na lateral. Luxemburgo tinha razão.

Rodinei fez um bom jogo. Guerrero, mesmo perdendo gol, fez um ótimo trabalho de pivô, abrindo espaço, atraindo a marcação. Nunca foi goleador, apesar de ser uma referência forte no ataque. No jogo de despedida do Corinthians, perdeu um gol sem goleiro no Maracanã, contra o Fluminense.

Na defesa, Juan surpreende a cada partida. Como está jogando o zagueiro.

Domingo é dia dessas boas notícias serem colocadas à prova. É hora de vitória para voltar a jogar no Maracanã.

2 comentários:

Joanilson Silva disse...

O meu grande destaque desse jogo foi a mudança de postura do time, a vontade de ganhar ñ tinha visto isso ainda, acho que esse foi o grande diferencial VONTADE.

Marcelo disse...

O time foi muito bem, com uma postura focada, determinada dentro de campo. Mancuello é brilhante batendo falta. Cirino tá voando, jogando e fazendo gols fácil. Juan foi muito bem. Wallace, ufa, jogou sério o tempo todo. Foi bem. Jorge melhorou com a ajuda do Fernandinho que fez boa estréia. PV não teve problemas e fez o simples. Rodinei voando também com Cirinho. Guerrero sempre presente, incomodando a defesa adversária. Cuellar foi ótimo mais uma vez. William Arão jogando feliz.

Parabéns jogadores!!! Muricy muito obrigado!!!