sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Taça Asa Branca 2015: Ceará 3 x 3 Flamengo


No primeiro jogo do ano, o Flamengo conseguiu contra um Ceará um feito que realizou apenas uma vez em todo o Campeonato Brasileiro: virar uma partida.

Entretanto a defesa seguiu o script da temporada passada. Se não falhou pelo alto, pecou na recomposição, especialmente no segundo gol - era escanteio pro Flamengo e não tinha ninguém na entrada da área, e especialmente a lentidão do sistema defensivo contra um ataque veloz do Ceará.

Os passes errados foram muitos e Muricy não passou panos quentes na coletiva pós-jogo.

O primeiro tempo foi bem ruim. Márcio Araújo, Éverton e Gabriel juntos relembraram os piores momentos da equipe de 2015.

Já no segundo tempo com as substituições, o time voltou bem melhor, principalmente quando Mancuello deixou  a ponta esquerda e caiu pelo meio campo. Foram dois ótimos passes, demonstrando ter excelente visão de jogo. Émerson aproveitou a bela enfiada de bola do argentino e diminuiu. A segunda foi para o Chiquinho, mas no cruzamento Marcelo Cirino perdeu. Teve até um terceiro passe em vertical, mas Cirino não alcançou.

O time cresceu ainda mais com a entrada do Allan Patrick no lugar do Jonas. Muricy recuou Canteros para primeiro volante e o Flamengo aumentou o volume de jogo ofensivo com boas trocas de passes.

Allan Patrick encontrou Émerson para o segundo gol, a bola sobraria livre para Guerrero, porém o zagueiro do Ceará fez contra, e depois Chiquinho encontrou Cirino se posicionando bem como atacante para virar a partida.

Entretanto, Wallace voltou a falhar de forma bisonha na sequência. E Paulo Vitor, muito adiantado, não conseguiu evitar o gol de empate.

Algumas impressões: os laterais do segundo tempo (Pará e Chiquinho) marcaram melhor do que os do primeiro (Rodinei e Jorge).

Paulo Vitor, Wallace, Márcio Araújo, Éverton e Gabriel não podem ser titulares. Muralha, o zagueiro que será contratado, Cuéllar, Mancuello e Cirino devem ser as opções.

Do meio pra frente Muricy não terá problemas. Nem mesmo a seca de gols do Guerrero incomoda. Éderson, Allan Patrick, Mancuello devem brigar por uma vaga - o que pode ser um desperdício de talento, visto que Cirino, Émerson e Guerrero devem ser o trio de atacantes. Com Cuéllar e Canteros de volantes.

O trabalho duro mesmo será para organizar a defesa, os laterais terem atenção na marcação, e a compactação acontecer. Mas nisso o Muricy é especialista.

6 comentários:

Anônimo disse...

Alan Patrick e Mancuello tem que jogar juntos, assim como jogaram Jadson e Renato Augusto. O time fica muito mais criativo e vertical, muito mais dificil de marcar. Ao invés de jogar com Cirino, Guerreiro e Emerson eu sacaria um deles e ficaria com Alan Patrick e Mancuello. Com os dois em campo o Flamengo furou a defesa do Ceará.
Não precisa contratar mais um zagueiro e só tirar o Wallace e efetivar o Cesar Martins no lugar ao lado do Juan. É muito cedo para avaliar os laterais no primeiro tempo um time travado sem criação e organização, no segundo tempo com armadores no time não temos erro de passe e com isso bola nas costas da defesa.
Como eu sempre falo, meio campo sem armador o time tem que jogar recuado e dando chutão e correria Evérton e Gabriel é time para só fazer lançamento e atrair o adversário para seu campo, é limitado e não adianta tentar atacar com passes com meio campo destes.
Enquanto o colombiano não chega eu escalaria:
Alex Muralha; Rodinei, Cesar Martins, Juan e Jorge; Canteros, Willian Arão, Mancuello e Alan Patrick; Guerreiro e Emerson.

Revezaria o Cirino com o Emerson que tem 37 anos, colocaria o Cuellar no lugar do Canteros ou Willian Arão dependendo da atuação dos dois e bom o Wallace tem que melhorar do contrário testaria o Rafael Dumas e o Antonio Carlos para revezar com o Juan.

Bom amistoso, melhor que bosta de estadual.

Anônimo disse...

Boa tarde amigos! Vi o jogo e ficou claro que: PV, Gabriel,Wallace, Ewerton e Caramujo sejam titulares. Pv não passa segurança alguma, péssimo nos pênaltis! Wallace deve ser um bom companheiro de quarto, deve ficar lendo livros. Caramujo, sem comentários. Fraco para ser titular. Gabriel, sinceramente não sei o que ele faz no elenco. Fraco sem noçao. Francamente, deve ter o mesmo empresário do ex goleiro Doni (Jogou na AS Roma). Ewerton é o único que ainda serve para o banco de reservas. Enfim aguardarei os comentários dos meus queridos amigos. Abraçao

Humberto Sempre Fla disse...

Bela resenha, André.

Os destaques foram Chiquinho, Mancuello e Emerson Sheik!!!

Já repararam que Jorge quando time tá sendo atacado e ele tá no meio ele para e não acompanha o ataque adversário, se exime de responsabilidade, logo ele que joga na defesa? Vejam o jogo com o Corinthians lá em São Paulo, no primeiro tempo, ele fez isso duas vezes, inclusive no gol que tomamos. Ontem também parou e não acompanhou jogador do Ceará que entrou na nossa área.

O Muricy entende muito mais de futebol que nós, ele tem um semestre inteiro para acompanhar nos treinos e nos jogos quem pode ser jogador do Flamengo, quem pode ser reserva, quem precisa de orientação.

Sucesso pra você Muricy!!! Conte conosco!!!

Anônimo disse...

Há muito tempo o Flamengo não possuía um lançador da categoria do recém contratado argentino Mancuello,que temos certeza agradará em cheio ao mais crítico dos rubro-negros. Caso Jorge não acompanhe a evolução do time,Muricy poderá testar ainda nesta posição o próprio Everton, o novo contratado Arthur Henrique ou o próprio Chiquinho que atuou muito bem ontem. Quanto à defesa, temos certeza que Muricy Camargo fará uma faxina geral, a fim de que os erros de 2015 nunca mais voltem a acontecer!!!
MD@emon

Joanilson Silva disse...

Achei uma puta de uma sacanagem ter q aturar Wallace de titular e ainda por cima capitão, é uma ofensa isso. E para completar o infeliz jogou 90 minutos e bateu o penalti.

O time no primeiro tempo tendo como "criadores" Everton e Gabriel, fica ate complicado avaliar, pois os 2 não são armadores, podem render na ponta, mas precisa q a bola chegue nos 2. Não vejo futuro neles, para deixar registrado.

O Jorge sempre reparei esse problema de marcação, como ele é novo algumas vezes ele correu depois e conseguiu salvar o lance, mas é um jogador q deixa muito espaço na esquerda, precisa ser trabalhado.

O Para entregou o gol do lance do escanteio ele deu condição ao jogador, esse é outro CÂNCER do Flamengo. O Para então não merece nem usar o Manto Sagrado.

Como falei o time no segundo tempo tinham jogadores q conseguiam trabalhar a bola, então dizer q as laterais melhoraram é muito relativo, pois o Ceara tbm mudou o time.

Talvez o Mancu tenha futuro jogando ao lado do Canteiro e com Ederson e Cirino apoiando o Guerrero, o Sheik fez o gol, mas tbm não produziu nada demais e ainda perdeu jogadas claras tentando enfeitar ou pedindo falta.

Gostei do Muricy reclamando do time na entrevista, chega de jogar mal e falar q jogou bem.

Anônimo disse...

Minha avaliação sobre o Sheik: Joga para torcida! Ele é macaco velho. Corre para o torcedor. Acho ele um excelente reserva, mas titular não rola mais. Digo o mesmo do Juan! Já deu, sinceramente, uma péssima aquisição. Gosto dele, mas não dá para jogar um brasileiro não.