terça-feira, 15 de dezembro de 2015

NBB 2015/2015: Minas 74 x 81 Flamengo


Vitória segura do Flamengo nesta noite em mais uma partida fora de casa: 81 x 74, mesmo com a avalanche de rebotes do Minas: 41 x 25.

Nos dois últimos NBBs a vitória foi mineira, jogando em Belo Horizonte.

Marcelinho foi o cestinha com 18 pontos em 20 minutos. No garrafão Olivinha com 11 pontos e 5 rebotes e JP Batista com 11 pontos e 4 rebotes foram os destaques.

Mas a grande surpresa foi a boa partida do Gegê. Jogou mais tempo do que o Luz (2 pontos e 7 assistências), terminou com 7 pontos e 6 assistências e esteve em quadra nos melhores momentos da equipe na partida, que vamos contar agora.


O JOGO

A duas equipes começaram amassando o aro. Com percentual de acertou na casa dos 20%, o jogo só deslanchou na metade final.

O Flamengo saiu na frente com 8 x 4, mas permitiu uma sequência de 9 x 0 do Minas que virou a partida: 13 x 8 com cinco pontos do Simmons, estreante da noite.

Robinson e Olivinha, que entrou no lugar de JP Batista, deram o troco, aplicaram uma corrida de 9 x 0 para colocar o Rubro Negro novamente na frente e vencer o primeiro período: 17 x 13.

Com o quinteto formado por Gegê, Marquinhos, Marcelinho, Olivinha e JP, o Flamengo viveu seu melhor momento. Olivinha matou uma bola de três e depois foi a vez de Marcelinho aparecer e sacar três bolas de três.

O placar apontava 39 x 23. Como de costume, Marcelinho se empolgou, errou duas bolas de três seguidas e viu o Sosa do Minas matar duas na sequência para cortar a diferença: 39 x 31.

As equipes foram para o vestiário com 43 x 33 a favor da time da Gávea.

Na primeira bola do terceiro quarto Robinson inaugurou com uma cesta de três. A partida seguia equilibrada, com a vantagem de um dígito para o Flamengo.

Com um arremesso de Marcelinho a equipe Rubro Negra finalmente abria boa margem no placar: 65 x 50.

O quarto final foi todo de Gegê. Quando o Minas começou a gostar do jogo e Shiltão da massa tentou fazer uma graça, o armador reserva anotou cinco pontos seguidos, resgatou a tranquilidade para o Flamengo e matou a reação mineira.

Outra bola importante foi do Olivinha, na linha de três pontos: 77 x 63. O Minas novamente tentou uma reação, mas os atuais tricampeões dominaram bem os minutos finais para fechar em 81 x 74.

Próximo rodada será na quinta-feira contra o Brasília, tricampeão sul-americano, às 21h. Será o duelo do melhor ataque da competição, com média de 93 pontos, contra a melhor defesa do NBB,com média de 69,2 pontos. Promete ser um jogão 

33 comentários:

Joanilson Silva disse...

Tem derrotas q são melhores q algumas vitorias.

Acho q ontem valeu pela marca do Grandão e a vitoria.

Mas não pode um Pivo pegar 1 REBOTE o jogo todo, não da, o cara jogou 14 min e apenas um rebote, esta muitoooooo ruim o sistema de rebote do Flamengo, ter Olivinha, Mineiro, JP e Meyinsse e levar surra no rebote, tem muita coisa errada ai.

O Marcelinho q gosto muito, foi o cestinha, mas com aproveitamento de 37%, so conseguindo superar o nosso craque armador Luz e o Mineiro.

Não sei como comemorar a situação do Gege, será q agora ele será o BOM reserva na armação ou a vantagem esta em ser menos pior q o Luz, apesar das 7 assistencia do titular. O cara conseguiu a impressionante marca de fazer 2 pontos, entendo q a principal função de um armador é dar assitencia, mas marcar 2 pontos ai fica pesado.

Acho q fiquei menos decepcionado com a derrota no jogo passado do q com essa vitoria, não sei se estou sendo exigente, mas perdi um pouco a esperança no time nessa temporada.

SRN

Barreto disse...

Joanilson como VC é otimista !! Até quando o GG joga bem VC se encarrega de colocar um defeito. Uma vitória incontestável com domínio total do jogo não servem para VC. Imaginem só se isso fosse contagioso.



Joanilson Silva disse...

Barreto,

Não coloquei defeito no Gege, como disse será q ele vai ser pelo menos BOM? O defeito coloquei no Luz q conseguiu fazer impressionantes 2 pontos o jogo todo.

Como tinha dito, uma vitoria como essa é pior q uma derrota, pois o q demonstra é q o Neto terá muito trabalho para colocar esse time pra jogar.

O Marcelinho mesmo sendo o cestinha do jogo, ficou 1 ponto na frente do Shilton, teve um aproveitando melhor apenas do q 3 jogadores dos dois times.

Não é esse basquete q espero do Flamengo.

Humberto Sempre Fla disse...

Uma belíssima vitória, com ótimas atuações de um time muito vencedor!!!

Eu prefiro assim, time se acertando durante o campeonato para chegar bem encorpado nas finais, bem encaixado, tinindo!!!

Parabéns a todos por mais essa grande vitória!!!

Humberto Sempre Fla disse...

André, esse ano vai ter o jogo das estrelas do Zico de final de ano?

Você pode postar uma matéria falando da data, horário e quem joga?

Obrigado.

Antônio Neto disse...

Eu concordo com o Joanilson, apesar da vitória o time segue sem convencer, o nosso forte jogo interior continua pouco explorado, pois o José Neto não consegue abandonar o smallball e o jogo de transição que ele tanto gosta. Ainda tem o lance das bolas excessivas de três que atrapalha bastante também, no início da temporada tínhamos uma média de quase 18 chutes por jogo, agora só nesses dois últimos jogos somados foram 59 (quase 30 por jogo).

Antônio Neto disse...

Outra coisa irritante é a tendência de overshooting do Marcelinho, já é o segundo ou terceiro jogo seguido que ele exagera nesse aspecto (ontem foram 18 arremessos em 20 minutos, sendo 12 para três!).

Jose Carlos disse...

Luz sempre teve números baixos no quesito pontuação, é ilusão achar que ele fará 20, 30 pontos por jogo como era o Laprovittola.

Sem querer ser pessimista, mas também é cedo pra dizer que Gegê será ao menos um bom reserva para a armação. Prefiro aguardar os demais jogos.

Agora o que venho observando é que Marcelinho voltou a velha mania de querer chutar a qualquer momento e de qualquer lugar, sendo aquele jogador que pensa estar jogando sozinho. Há dias que irá funcionar (como ontem) mas haverá dias que prejudicará a equipe. Tudo isso é reflexo (mais uma vez insisto) de termos um ala-armador com muita pompa de ter sido jogador de ACB, craque do mês por lá, etc... mas que não atende as necessidades do time.

Joanilson Silva disse...

Jose,

Entendo, não vou cobrar então 20 ou 30 pontos por jogo do Luz, mas 2 pontos ai já é complicado q ameaça esse jogador coloca na defesa adversaria?

No caso do Marcelinho o seu "irá funcionar" (como ontem) é bem complicado, pois como disse ele so teve aproveitamento melhor do q 3 jogadores q entraram em quadra ontem, foi um aproveitamento muitoooooooo ruim. Gosto do Marcelinho, mas espero dele um aproveitamento acima de 50% ou ele tem q ser absurdamente forte na marcação o q todos sabemos q não acontece.

Não estou sendo pessimista, talvez exigente querendo um desempenho melhor do time.


SRN

josecarlosf84 disse...

Mas ai é que está o questão: todos nós sabemos que o Luz pontua pouco, 2 pontos é realmente um número preocupante, mas sinceramente não me espanto, é tipico dele. Em compensação foram 7 assistências, fora o poder de marcação que ele imprime a equipe. Não quero com isso achar que está tudo perfeito com o Luz, mas sim dentro do esperado.

Marcelinho ontem ''funcionou'' mas isso não quer dizer que ele esteja fazendo o certo. Também prefiro o Marcelinho voluntarioso dos playoffs do último NBB.

O que eu quis dizer é que isso só ocorre porque hoje o Flamengo tem um ala-armador que nem de longe é capaz de fazer essa função. Pode parecer implicância minha, mas o Robinson pro Flamengo (vejam bem, pro FLAMENGO) é limitado. Ele pode ter sido craque do mês na ACB, ter jogado em grandes ligas na Europa, ter ótimas médias, enfim, mas até agora não mostrou ter sido um investimento válido.

Tenho quase certeza que Marcelinho voltou a ser crazy shooter por conta da ineficácia ofensiva do Robinson, arriscaria até a dizer que isso é ordem do Neto, já que fica claro que quando Robinson está em quadra, tanto Marcelinho quanto o Marquinhos assumem a posição ''2'', o que ao meu ver é inaceitável.

O Flamengo tem o melhor ala do Brasil (Marquinhos) e é obrigado a improvisá-lo na posição 2, perdendo sua eficácia e pior ainda, as vezes é obrigado a colocar um jogador de 40 anos na mesma posição 2 para marcar atletas de 20, tudo porque o ala-armador titular não é capaz de fazer essa função.

O mesmo se aplica ao Luz: se tivessemos um ala-armador que chamasse a responsabilidade, que infiltrasse e pontuasse com frequência, não estaríamos reclamando que o Luz pontua pouco, mas sim exaltando suas qualidades defensivas e suas assistências precisas.

Ao meu ver o grande erro foi a contratação do Robinson, que na verdade é um ala improvisado como ala-armador. Pode até ser um bom jogador (confesso que não acompanhei jogos dele antes do Flamengo) mas não serve para o Flamengo. E o pior: é o mesmo erro cometido em sequência, já que ano passado contrataram o Herrmann (um ala) para ser ala pivô, obviamente o argentino não mostrou todo seu basquete e teve que amargar a reserva nos playoffs do NBB.

Jose Carlos disse...

E acrescentando: essa história de ''adaptação'' para o Robinson ao meu ver já não cola mais. A equipe já fez 21 jogos, alguns deles contra adversários de respeito, como Orlando Magic, Bauru e Paulistano. Acho que já são jogos suficientes para um jogador de nível internacional e de alto custo saber qual função deve desempenhar na equipe.

Torço muito para que o Robinson arrebente no segundo turno em diante e faça eu vir aqui fazer um ''mea culpa'' e pedir para esquecerem tudo que escrevi aqui sobre esse jogador, porém sinceramente hoje eu diria que isso é quase impossível. Ao meu ver um jogador mais barato como David Jackson (pode ser limitado, ''peladeiro'', previsível, etc.. mas sabe marcar e infiltrar que é o que o time precisa) seria muito mais útil.

Barreto disse...

Acho que os meus amigos estão movidos por alto grau de passionalidade e inclusive estão fazendo análises sem assistirem aosjogos e dando muito peso aos dados estatísticos. Estes dados contam apenas a meia verdade.
Se toda essa calamidade na posição 2 realmente existe , então o José Neto o deveria estar sendo execrado porque a última palavra foi sua. Prefiro ter mais equilibrio e analisar os jogos depois de os terem assistidos e utilizar os dados estatísticos apenas como ferramenta auxiliar. A campanha do Flamengo é tão irregular quanto a anterior onde perdeu em BH para o Minas,perdeu para o Uberlândia tomando 101 pontos, perdeu para o Macaé e ganhou da liga sorocabana sofrendo mais de 90 pontos. Acho que o panorama da temporada passada aind aera pior comparando com a atual. O Flamengo vai chegar no final desta fase classificatória que define pouco ou quase nada em pelo menos terceiro, mesmo com Luz e Robinson, e de novo definira tudo em jogos de melhor de 5. Todos nós podemos entrar em ebulição passional menos a diretoria que deve se manter equilíbrio e não fazer loucuras. Ou então vamos ter que conviver com coisas desagradáveis tal como Tonny Washam e David Jackson ( O saxoofonista por sinal é muito bom) que é tão bom e barato que ningúem o quis por aqui.

By the way: renovar com Marcelo, isto sim é que foi um garnde erro.


Ruy Moura disse...

Parece-me também que o José Carlos tem toda razão. Sem questionar a capacidade técnica do Jason Robinson, que tem um currículo excelente e é mesmo bom jogador, ele é da posição 3, ala pontuador e o time precisava de um 2, para substituir a inesperada e inestimável perda do Vitor Benite (ficou devendo a grande temporada que teria como protagonista e esta seria a sua vez, alguém sabe como ele está jogando na Espanha?). Já pensei na possibilidade do Marquinhos, pelo grande jogador que é assumir a posição 2, mas admito que seria um grande desperdício. Vamos esperar que o time encontre um modo de jogar bem, com essa deficiência na montagem do elenco, mas ainda conto com a possibilidade da contratação de um ala armador, sem comprometer o orçamento.

josecarlosf84 disse...

Sinceramente, mil vezes o David Jackson, que é um autêntico ala-armador, do que o Robinson. Se bobear até o Duda seria melhor... É um despedicio tremendo usar o Marquinhos, disparado o melhor ala do país na posição 2 porque um estrangeiro caro não consegue desempenhar a função.

Marcelo disse...

Concordo que os dados estatísticos são secundários, mas chama muito a atenção o time, que teoricamente tem o melhor garrafão do Brasil, perder os rebotes por 41x25 e levar 17 pontos do Shilton, que teve 100% de aproveitamento nos arremessos. Repito: o Shilton, que conhecemos bem, teve 100% de aproveitamento nos arremessos. Será que nenhum dos nossos jogadores conseguiu criar alguma dificuldade pro Shilton??

Mas tenho certeza que melhoraremos e vamos brigar pelos títulos do NBB e da Liga das Américas.

Antônio Neto disse...

Josecarlos, Robinson talvez não tenha justificado o investimento ainda, mas estatisticamente os números ofensivos dele são bons.

9.8 pontos por jogo (50% de três e 55% de 2) e 2 assistências por jogo.

Antônio Neto disse...

Os maiores problemas do Flamengo na minha opinião são os armadores e a fraca leitura de jogo do José Neto.

Barreto disse...

Uma pergunta que faço aos meus amigos.

Vamos supor que em uma determinada partida um certo jogador faça um trabalho excepcional de defesa de tal ordem que provoque diversos erros do adversário e consequente pontuação do seu time . Onde isto aparece nas estatísticas?

Não entendo como um jogador que, além de defensivamente forte, possui quase 10 pontos de média e mais de 50% de aproveitamento dos arremessos pode ser taxado de não estar a altura do Flamengo. Aproveitamento este que ainda é inferior ao que ele tinha na liga ACB. Se a análise da performance de um jogador na liga ACB fosse similar a0o que se pratica aqui, Vitor Benite já seria considerado jogador aquém do mediano Múrcia.
Nuitos comentários que tem sido feitos aqui carecem de fundamnentação.
Houve um comentário aqui que criticava o JP por praticar um recurso em extinção no basquete que seria o arremesso de média distância e aí, você começa a ver um jogo da NBA e não consegue nem mesmo computar a quantidade destes arremesso tal a quantidade enorme em que eles acontecem. Tem gente que diz que o Neto insiste em praticar "small Ball". Ollha só a definição da NBA para Small Ball e constate que comentário absurdo.

" A style of play where size is sacrificed. The team typically puts out a three-guard lineup or a lineup without a center. "

A cornetada ao time tem sido muito precipitada e afoita , basta ver comentários como este.


Antônio Neto disse...

Barreto, Gegê - Rafa Luz- Marcelinho.

Antônio Neto disse...

E tenha um pouco mais de humildade, que não é a primeira vez que você ridiculariza o comentários de outros.



Barreto disse...

Só me baseio em fatos e dados que aconteceram ou que existem.

Jamis faço uma afirmação sem antes verificar sem tem fundamento ou não.

Ouvir que a média distância está em extinção é demais para qualquer pessoa que acompanha intensamente o basquete.
Ouvir que o Quezaada seria baratinho enquanto já se sabe que ganha 50 mil dolares em novo contrato é demais . Ou Não? Todas as informações deste tipo estão a disposição de qualquer um na internet. Ouvir isto e não retrucar e nem passar a informação correta é não contribuir em nada para a troca de informações. Uma coisa é a opinião e a concepção das idéias sobre o jogo, outra é partir de premissas e informações infundadas. O seu comentário não me intimida nem um pouco. Quando eu não puder exercer este direito nem vale a pena comparecer no blog.

Antônio Nero disse...

Barreto, Flamengo já utilizou várias vezes formações com 3 Guards (PG ou Sg). Pode ser Rafa Luz, Gegê, Marcelinho. Gegê, Marcelinho, Robinson. RAFA Luz, Marcelinho, Robinson. Gegê, Rafa Luz, Robinson.

O que eu falei é loucura? É só dá uma olhada no site da lnb.

Se quizer posso até explicar detalhadamente o motivo de ele apostar no SmallBall.

E sobre a falta de humildade, estou seguro que não sou o único a pensar isso.

E sinceramente, não preciso inventar nada e muito menos intimidar outras pessoas para poder debater. Também não vou ridicularizar a opinião de outra pessoa por algo que tive que procurar na internet.

Barreto disse...

Antonio Neto


Para não utilizar informações infundadas pesquiso sempre. Não gosto de passar informações erradas ou desatualizadas. Simples assim.

Agora vamos ao debate de idéias. Respeito a sua opinião, mas nenhuma destas formações caracteriza, para mim , o smallball. O motivo da utilização delas é o reforço na marcação o que não é o objetivo principal do samall ball. Com relação a falta de humildade, que você e outros participantes do blog julgam que eu tenho , também não me preocupa pois não sou jornalista e nem membro de qualquer organização liagada ao basquete. Sou apenas torcedor do Flamengo. Sendo assim não preciso de seguidores e não clamo por qualquer tipo de apoio.

Antônio Neto disse...

Primeiro que o motivo não é somente esse, até por que Marcelinho e Gegê estão muito longe de serem bons defensores. O José Neto utiliza essas formações, para varios motivos, o principal é aumentar a velocidade das transições, dessa forma o time teoricamente poderá defender bem os contra-ataques (Flamengo possui um time pouco atlético e sofre bastante com isso) e ofensivamente criará espaços na meia-quadra adversária (não temos armadores para atacar no estático).

*O problema da meia-quadra deve-se ao fato que tanto Gegê como o Rafa Luz não sabem atacar no estático, ambos não possuem características de meia-quadra e basicamente precisam de bem mais espaço para articular as jogadas do que um armador como o Laprovittola (craque no jogo de meia-quadra).

Antônio Neto disse...

Repare que eu coloquei teoricamente, pois a melhor formação defensiva claramente é Rafa Luz - Robinson - Marquinhos - Rafa Mineiro - Meyinsse / JP batista.

Barreto disse...

Não acho que o Neto busca o Small Ball, as formações que ele tem usado sao consequência das ocçoes atuais de rotação, muito embora estas formações possam dar esta conotação, principalmente para quem vê os jogos pela estatísticas.
Não concordo com a maioria dos comentários emitidos a respeitodas limitações do atual time e afirmo que prefiro realizar mais observações, a beira da quadra, para chegar as conclusões que muitos já possuem sobre este elenco, mesmo não vendo, nem pela TV, a quase totalidade dos jogos. Confesso que este assunto já me cansou e espero que pelo menos saia da mesma tônica.
Parece que elegeram uma tema e e não saem dele. Há outras coisas para serem questionadas. Porque o Marquinhos está com baixo aprovitamento dos lances livres? Por acaso? Por que o Marquinhos demora tanto para entrar no jogo? Tentam justificar a fase ruim do Jerome pela falta de jogadas de pick and roll com a armação do time. Porque Jerome pegou apenas um rebote no último jogo? Será que os treinamentos estão adequados? Esta mesmice de comentários já está cansando.

josecarlosf84 disse...

Robinson pode até ter bons números porém para ele ter esses números o principal jogador do Flamengo vem sendo sacrificado e obrigado a jogar fora de posição, o que reduziu sensivelmente suas médias. Não vejo como válido abrir mão da habilidade do Marquinhos pra fazer o Robinson jogar na posição de origem. Marquinhos é muito jogador do que ele. Quanto ao Quezada fui eu mesmo que imaginava ser um jogador acessivel e era, estava em um clube menor porém foi pro Petros de Luanda com um salário 5 X maior que causou polêmica até em Angola. E penei pra achar essa informação, nem sempre é fácil.

josecarlosf84 disse...

A do Marquinhos é fácil responder:tá jogando fora de posição e só melhora quando vem pra 3 durante o jogo.

Joanilson Silva disse...

Como já falei muitas vezes aqui, não entendo nada de basquete e amo o Flamengo e meu sonho é sempre um Flamengo grande e jogando bonito, alem da sempre necessaria Raça q o time de futebol não tem.

Acho q pouquissimas pessoas conseguem assistir os jogos ao vivo, pela TV ou net sem chance, pois não passam. Volto ao meu entendimento de basquete, os numeros são secundarios e pq a NBA mexe tanto com numeros, coloca numero e numeros, será mesmo q é tão secundario, deixo para os especialistas.

Sobre a formação do time, pode ser q o Robisson seja uma oportunidade muito boa q apareceu no momento, mas como alguns dizem ele é 3, o Marcelinho não vai renovar para a proxima temporada, então ja temos alguem para revesar com o Marquinhos e o 2 se não vier esse ano pode ser q venha ano q vem.

Não sou fã de Quesada e nem do David.

Não sei ingles e não entendo metade dos termos tecnicos em ingles q vcs usam.

SRN

Gustavo disse...

Pessoal,

vamos respeitar o que o Barreto diz, pois ele é apresentador simpático e muito prestigiado do Sportv!!! rs. Tô contigo, gosto das suas análises!!!

Gosto também das análises aqui em geral. Todos nós queremos o melhor para o Mengão e vemos a cada jogo que o nosso armador está aquém dos armadores dos outros times. É chato dizer isso, mas é o que vemos, é a realidade. Acho que o Rafa Luz pode ser um bom reserva. Convocaram ele para a seleção brasileira e o Flamengo o contratou.

Errar é humano. Não reconhecer o erro é burrice. O basquete necessita de um armador dinâmico, ativo, pontuador.

Eu ouvi dizer que o canal Sportv, as redes ABC e NBC e o grupo AC/DC transmitem o jogo Flamengo x Brasilia hoje.

Alguém confirma isso? rs.

Joanilson Silva disse...

Gustavo é isso mesmo, por falta de partidas de ping pong, bola de gude, cuspe a distancia o Sportv2 vai transmitir o jogo as 21h.

Antônio Neto disse...

Barreto, me parece claro que ele procura isso, pois são mudanças que vão absolutamente de encontro a grande virtude do time que é o jogo interior. Outro ponto é que enquanto formações de smallball possuímos várias, as de tallball nunca são usadas, mesmo com o vasto arsenal de pivôs que temos.

Resumindo bem, ele faz por estes motivos ou então é um treinador extremamente limitado, prefiro pensar no primeiro.

Gustavo disse...

kkkk, Joanilson, o senhor é um "fanfarrão".

Tô que nem você: não entendi bulhufas da frase em inglês acima. rs.

Grande abraço, amigo!!! Vamos Mengão!!!