segunda-feira, 4 de março de 2013

Estadual 2013: Flamengo 0 x 2 Botafogo


Depois da melhor campanha na Taça Guanabara, o Flamengo foi eliminado da competição ao ser derrotado pelo Botafogo por 2 x 0 na semifinal.

Um time que começou a temporada sendo o pior dos cariocas, cresceu durante a competição, chegou a apresentar um bom futebol, mas foi engolido pelo Botafogo no primeiro tempo. Já na etapa final criou várias chances, todas paradas pelo Jéfferson.

O Botafogo entrou muito ligado, em clima mesmo de decisão contra seu rival de tantas derrotas amargas. Conseguiu um gol logo no primeiro minuto, depois dominou completamente o meio de campo e abusou das jogadas nas costas de João Paulo, mas não teve chances claras.

O Flamengo, pelo contrário, sucumbiu ao bom meio de campo alvinegro. Não deu pra entender a postura apática do time, nem parecia que era uma partida decisiva. Viram mesmo um vídeo com palavras do Zico antes do jogo? No meio de campo formado por Ibson e Elias o ataque não era beneficiado e, com apenas o Cáceres de volante, a marcação, especialmente na cobertura dos laterais ficou prejudicada.

No ataque, todos os momentos ruins do time nessa Taça Guanabara foram quando o Carlos Eduardo esteve em campo. Sem ritmo, sem confiança, sem explosão e velocidade. A dúvida do Dorival durante a semana fazia sentido, pena que fez a opção errada.

Melhorou no segundo tempo. Não pela inexplicável entrada do Renato, mas sim pelas entradas de Rodolfo e principalmente do Gabriel. O Flamengo era só pressão, o Botafogo se segurava na base de faltas. Mesmo contra um adversário todo fechado, o time criou grandes chances, mas dessa vez Hernane não matou a bola pro gol e Jéfferson defendeu tudo que pode.

Azar. Mesmo jogando uma partida abaixo da média do que apresentou no primeiro turno, poderia ter saído com a classificação se, por exemplo, o juizão visse o toque claro de mão dentro da área, ou se marcasse uma falta clara em cima de Ibson na entrada da grande área.

7 comentários:

JLD disse...

André, já reparou que "CE10", em todos os jogos, só deu passes rasteiros com a bola rolando?

É impressionante, ele não tenta uma inversão, um cruzamento, nada. Só passe curto e rasteiro.

Muito decepcionado por enquanto.

Mathias disse...

Ainda perdemos nos juniores, perdemos no NBB sub 23 e saiu do globo que acabará também com a ginastica,judo e demais esportesolimpicos,deixando somente basquete e remo.....sei nao hein.....começa a me preocupar essa diretoria.

Erivaldo disse...

Acabar com os esportes olímpicos e ficar com o futebol não é problema. A maioria da torcida apoiará. O motivo todos sabemos que é o deficit financeiro. Só voltará com os esportes olímpicos quando tiver a CND e conseguir dinheiro do governo para tais esportes. É assim mesmo que deve ser feito.

Orlando disse...

Realmente, não tinha como o Carlos Eduardo render no jogo. O Flamengo já provou que é um time bom, que tem condições de ganhar o "carioqueta", mas precisa se organizar, principalmente na defesa. Os atacantes também precisam marcar como zagueiros, sufocar o adversário sem trégua. Mas como disse o André: pra um time que nem sabia se teria um 'destino certo', chegar na semifinal da TG tá de bom tamanho. Mas agora, o Flamengo já sabe que pode ir mais longe do que isso. Já mediu bem as forças. Diga-se de passagem: O Futebol em alguns jogos, é definido nos detalhes, e o Rubro Negro precisa estar atento à isso!

André Amaral disse...

Verdade Orlando.

E chegar à semifinal da TG como favorito e com a vantagem do empate.

Se o juiz marca o pênalti claro ali, pronto, a vaga era nossa pra jogar a final novamente com vantagem.

Que essa eliminação seja boa, pelo menos, para não acomodar os dirigentes.

Abraços!

André Amaral disse...

JLD

Agora é colocar o Carlos Eduardo todo jogo na Taça Rio. Precisamos dele, até pelo investimento que foi feito.

Anônimo disse...

Prezado Erivaldo. Nao tem problema acabar com esportes olimpicos??????. Deficit financeiro??????? Por acaso o Polo e superavitario........fala serio quero um falmengo forte em todos os esportes. abs Luiz Mauro