quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Final do NBB em cinco jogos, ufa!


A fórmula esdrúxula que estava sendo estudada de final em jogo único não foi para frente, e a terceira edição do NBB seguirá o mesmo modelo da última temporada.

Sem dúvida a melhor opção para essa edição que promete ser sensacional, com times fortes e grandes estrelas em quadra.

Seria muito arriscado, por exemplo, o Flamengo que montou um supertime, correr o risco de perder um campeonato por causa de uma noite infeliz, ou uma tarde que nada deu certo. A série melhor de cinco dificilmente cabe zebras, o melhor vence.

A fórmula será essa: oitavas (disputada do 5º ao 12º), quartas, semifinais e final decididas em séries melhor de cinco jogos.

Serão 15 times para o próximo campeonato, Iguaçú Basquete Clube e da Universidade Sport Club (novo nome da Ulbra) não tiveram seus projetos aprovados, com isso Iguaçú não dará prosseguimento ao seu time e não vai disputar o Campeonato Carioca.

A foto é do astro Kyle Lamonte com o Manto Rubro Negro.

2 comentários:

Miguel Gonzalez disse...

André, o Flamengo já ganhou e já perdeu com Finais em 5 jogos. Isso não faz diferença. No final, ganhará o melhor.

Claro que 5 jogos dá mais renda e mais emoção ao torcedor. Também prefiro. Mas não é por isso que um time vai ganhar ou perder.

André Amaral disse...

Miguel

Se não entendeu o que eu quis falar.

No basquete não acontence muita zebra, mas eu to vendo do lado do meu time.

Veja, o Fla montou o melhor time, com boas opções de elenco, o melhor estrangeiro da competição, e enfrenta um adversário que é forte, mas não é superior ao Flamengo.

Final em um jogo, vai que eles jogam tudo, acertam tudo e o Fla erre tudo, Marcelinho em uma noite ruim, o time perderia o campeonato por causa de um dia ruim, é justo?

Por isso melhor de cinco, é muito mais difícil de acontecer uma zebra, o melhor time pode fazer um jogo ruim, mas consegue manter a regularidade quando a série é cinco jogos.