sexta-feira, 28 de maio de 2010

Baby e suas escolhas!

É realmente curioso como tudo na vida precisa ser bem decidido para não se arrepender no futuro.

É o caso do pivô Baby, que saiu do Flamengo quando vivia uma excelente fase, onde foi campeão brasileiro, eleito o melhor pivô do NBB, campeão sul-americano, e estava de volta a seleção brasileira.

Mas decidiu sair do Clube, e na saída metrabalhou o Clube de maneira impiedosa. Na época o time vivia com dificuldades e os salários estavam atrasados.

Está faltando ao basquete carioca esse profissionalismo dos clubes e um pouco de respeito aos jogadores também”.

E sobraram elogios ao seu clube futuro, Paulistano:

“O Paulistano é um clube que tem uma estrutura legal, acho que eu voltei à casa na hora certa. Nada como o profissional ser tratado com respeito, e o Paulistano trata o profissional com respeito.”

E agora com Baby fora da seleção, e fora também do Paulistano, depois de uma temporada complicada, onde ele sofreu com lesões, ficou de fora dos playoffs do NBB após contrair dengue e ainda foi afastado por indisciplina por beber cerveja no ônibus da equipe, ele critíca o Paulistano:

"A filosofia do clube é muito boa para categorias de base, mas não sabem tratar com profissionais. Faltou saber lidar com o grupo, conversar com jogadores experientes. Eles [diretoria e comissão técnica] nos tratavam como juvenis. Quiseram me mandar embora, renegociar o meu contrato em dois dias. Falaram um monte de coisas na imprensa."

E elogiou o Flamengo:

"No Flamengo eu vivi um reconhecimento fantástico. Foi uma experiência que vou guardar para sempre com carinho"

Agora o pivosão está bem cotado para voltar a Gávea e tentar reviver bons momentos na sua carreira. É claro que nada justifica os salários atrasados, mas ele poderia ter acreditado no trabalho do Flamengo, e ficado na equipe, como a maioria ficou, e hoje esse grupo é finalista do NBB e os salários estão em dia.

4 comentários:

oPerna disse...

talvez ele até tenha tido motivo para reclamar do Flamengo em sua saída, mas ele se contradisse absurdamente, isso é sinal de falta de personalidade.

joga muito esse cara, mas tem que descobrir o que eles quer, por que pelo jeito ele parece ser um pela saco fora de campo.

vamos ver né, traz ele que eu apoio, vamos ver qual vai ser a próxima opinião dele.

e tenho dito

SRN

Gustavo Neves disse...

Hahahaha, que babaca oportunista!
Sem clube, tá cavando uma volta pro Flamengo, o que tecnicamente seria uma maravilha pro time!
Mantendo os salários em dia e com a estrutura da Arena HSBC, melhorou muito mesmo do ano passado pra cá.
SRN

Miguel Gonzalez disse...

Na época do Baby, o Flamengo ficou quase 1 ano com salários atrasados. O atraso hoje é de 1 ou 2 meses. Os salários não estão em dia.

Aliás, quero saber quando a Patrícia Amorim pretende pagar o que deve à Virna, Petkovic, Leila e aos jogadores de Futsal.

André Amaral disse...

Verdade Gustavo!

Mas ele prefiriu jogar em um time médio, sem força.

Perdeu a chance de treinar na melhor Arena da América do Sul, de disputar títulos, e de confirmar seu nome no Mundial.

Mas na próxima temporada ele volta!